Lula esteve na Uerj sexta-feira
Lula esteve na Uerj sexta-feiraReprodução
Por
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região marcou para o dia 24 de janeiro o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Operação Lava Jato.
Lula foi condenado em primeira instância pelo juiz federal Sergio Moro a nove anos e meio por corrupção e lavagem de dinheiro no dia 12 de julho, no caso do triplex no Guarujá.
Publicidade
O TRF-4 é o tribunal de apelação. O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do caso, já concluiu seu voto, mas ainda não o tornou público, uma das tramitações mais rápidas da história do tribunal sulista.
Caso o petista seja condenado em segunda instância, além de ficar passível de ter a candidatura vetada pela Lei da Ficha Limpa, ele pode ser preso. Lula lidera as pesquisas para a eleição de 2018.
Publicidade
Dodge de olho em vazamentos
Publicidade
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou ontem que tem encaminhado à Polícia Federal casos de vazamento de informações constantes em delação premiada e acordos de leniência.
Desde que assumiu o cargo, há pouco menos de três meses, ela já encaminhou cinco pedidos de investigação à PF.
Publicidade
Raquel ponderou que tem tratado os vazamentos de delações e leniência com "a seriedade que a lei exige" e que chegou a determinar interrupção das negociações de uma delação por esse motivo.