Não basta descer de tirolesa: padre foi com imagem de 1,1 metro
Não basta descer de tirolesa: padre foi com imagem de 1,1 metroReprodução
Por
O padre Augusto Ferreira, de 70 anos, virou sucesso nas redes sociais após inovar em sua aparição na missa: ele entrou na igreja pendurado por uma corda e percorreu 30 metros até o altar. De batina, sem sapatos e com uma imagem de Nossa Senhora da Rosa Mística nas mãos, a aventura aconteceu na celebração do dia 13 de novembro, em Espírito Santo do Pinhal, no interior de São Paulo.
O monsenhor enfrentou o desafio a 12 metros de altura e faz questão de dizer que não fez nada sozinho nem de improviso. "A ideia foi da equipe que ajuda a paróquia. Fazemos as celebrações da Rosa Mística há 30 anos e sempre gostamos de fazer uma entrada diferente nas missas. Na última demos 1,5 mil comunhões", explicou o padre corajoso.
Publicidade
Com ajuda dos bombeiros, Augusto Ferreira usou a tirolesa nas três missas. "Descendo pela corda com a imagem de 1,10 metro nas mãos, acho que passamos uma mensagem da confiança que temos em Nossa Senhora. Certamente, quem viu pensou: 'se o padre de 70 anos tem essa confiança na Rosa Mística, nós também devemos confiar", afirmou.
O monsenhor conta que, quando jovem, praticava esportes, salto em altura. Ferreira, que completou 45 anos de sacerdócio em 2017, é conhecido na região por missas animadas. O coroinha Matheus Di Stefani, que atua na paróquia, conta que não é a primeira vez que ele inova. Em anos anteriores, às vésperas do Dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, a imagem da padroeira do Brasil foi conduzida à igreja em um carro de corrida.
Publicidade
A próxima surpresa do religioso deverá ser em janeiro. "Estamos pensando em uma coisa mais radical, mas não posso falar para não estragar a surpresa", disse.
Internautas o apelidaram de "padre da tirolesa" e compararam com o padre paranaense Adelir de Carli, que decolou pendurado em mil balões de festa e desapareceu no mar, em 2008.
Publicidade