Ensaio

Por O Dia

Fera ferida no tucanato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) estuda se filiar ao DEM. Apesar do grande desgaste de imagem e de ser alvo da Lava Jato, o partido estaria disposto a encarar o desafio de lançá-lo ao Palácio do Planalto. Um ensaio será feito nas próximas semanas. Uma turma de aliados de Aécio no PSDB - com e sem mandato político - vai se filiar no DEM na 'janela' para troca de partidos. Entre eles um bem votado deputado federal de Minas Gerais. Será o chamariz para o senador se decidir.

Sai ou não?

Os arranjos políticos no Brasil pararam por estas semanas até janeiro. Obviamente não só pelo recesso de fim de ano. Tudo volta após dia 24 de Janeiro, o dia D de Lula.

Jogo mineiro

Ex-prefeito de BH, Márcio Lacerda (PSB) está se distanciando de seu ex-companheiro de militância política. Deve enfrentar o governador Fernando Pimentel em 2018.

Coldre na urna

Os 'gêmeos da Federal' no Rio de Janeiro, os agentes da PF Marco Antônio Ricciardi e Plínio Ricciardi, vão disputar eleição para deputado estadual e federal, respectivamente.

Diálogos de Barbosa

O ex-presidente do STF Joaquim Barbosa pode sair candidato à Presidência da República ou ao Senado pelo Rio de Janeiro. Já se reuniu com a cúpula e parte da bancada do PSB por duas vezes. O último encontro em seu escritório em São Paulo, de onde os socialistas saíram animados com sua simpatia. Haverá uma nova reunião em janeiro.

Olho no malhete

Um detalhe sobre Barbosa: ele se tornou advogado de norte-americanos sócios minoritários da Petrobras que processam a petroleira pelas perdas na Bolsa de Nova York com o escândalo da Lava Jato. A ação coletiva de indenização é bilionária. Em dólares.

Causa própria

Enquanto Donald Trump reduziu impostos para aumentar consumo e gerar empregos, o governo brasileiro fala em aumentar impostos. Aqui por perto, há quem se proteja. O presidente paraguaio Horácio Cartes, maior fabricante de cigarros do cone-sul, reduziu os impostos do produto para 16%. Aqui, os cigarros pagam até 80% de tributos.

Off line

O diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres, Jorge Bastos, cancelou duas portarias de julho e agosto que traziam um cronograma de operações de identidade eletrônica de veículos. A operação é milionária. Seriam instalados aparelhos nos veículos pesados com informações dos mesmos, para leituras de radares.

Fala, Temer

O presidente Michel Temer virou alvo do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, sede da Embraer, diante da suspeita de que o governo venderá sua fatia na mega fabricante de aviões para a Boeing. Cobram posição mais clara de Temer.

Conta aí

Na coletiva que concedeu há dias no Palácio, Temer se esquivou da maioria das perguntas e empurrou a responsabilidade para o ministro Raul Jungmann (Defesa).

Comentários