Que base é essa

Por O Dia

O PTB, partido que fechou questão a favor da Reforma da Previdência e vai continuar no primeiro escalão da Esplanada (controla o Ministério do Trabalho), pode ser tornar um obstáculo forte para outra reforma que o Palácio quer aprovar em 2018: a Tributária. A legenda, por meio do presidente Roberto Jefferson, critica e diz ser contra o texto que está em discussão no Congresso Nacional. O PTB não concorda com a transformação do Imposto Sobre Serviços (ISS) em imposto federal. Só para citar um exemplo.

Aliás...

...a Reforma Tributária é mais difícil de passar que a da Previdência. Há décadas discute-se uma proposta de consenso entre Receita, Tesouro e estados. Sem sucesso.

Golpistas

Golpistas têm se passado por procuradores da Fazenda Nacional, exigindo contribuições financeiras em troca de vantagens. O último caso, em ciência da PGFN, foi o de uma pessoa informada de que teria quantia considerável a receber junto à Funasa. Ela só teria que depositar um dinheiro para "pagar honorários do advogado" que faria os trâmites.

Tabela

Por que partidos reclamam que o bilionário fundo especial para campanha ainda é pouco? Não contam que no mercado do voto candidatos pagam R$ 50 mil a prefeito e R$ 30 mil a vereador bem votado. É o preço para serem cabos eleitorais. E essa é a tabela de 2014.

Esqueceram de mim

De olho numa vaga a vice em alguma chapa para o Planalto, o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, anunciou superávit de mais de R$ 300 milhões e R$ 1 bilhão em investimentos para o ano de 2018.

Uberfolia

A Uber ofereceu R$ 10 milhões para patrocinar o Carnaval do Rio. Até aí, notícia boa! Só que não é dinheiro na conta, como a Liga das Escolas do Grupo Especial estavam acostumadas a receber. Acabou a 'folia'. A escola que quiser captará via Lei Rouanet.

Pela prefeitura

Serão R$ 6,5 milhões para todas, e R$ 3,5 milhões para estruturas provisórias e palcos na Intendente Magalhães, onde desfilam as escolas do Grupo C, de outra Liga.

O outro lado...

Principal destino turístico de Goiás, a bela Pirenópolis, cidade barroca de 300 anos, não é mais pacata. Assaltos à mão armada são frequentes há meses. E de dia.

...do paraíso

O dono de uma sorveteria recém-aberta preferiu fechar. Há poucos meses uma dupla invadiu a casa de uma senhora de 70 anos e a agrediu. Há dias, um jovem entrou armado numa cafeteria e assaltou casal de turistas. Pirenópolis, é bom lembrar, é onde o governador Marconi Perillo vota, e cidade natal da primeira-dama, Valéria.

Comentários