EMPRÉSTIMO DO BNP PARIBAS.

Por O Dia

Ao assinar o contrato com o banco francês (foto), Pezão afirmou que a projeção do governo era colocar os salários em dia até fevereiro. Mas agora, segundo Pezão, essa projeção depende de outros recursos.

Comentários