Terceira turma de Líderes Cariocas

Por O Dia

O Programa Líderes Cariocas vai formar, no próximo dia 13, 100 novos líderes NA Prefeitura do Rio. Criado em 2012, durante a gestão do ex-prefeito Eduardo Paes, com o objetivo de selecionar servidores com perfil de liderança para assumir posições de gestão e elevar a produtividade da administração municipal, já formou 200 líderes. A iniciativa foi um dos três finalistas do Prêmio Ser Humano da Associação Brasileira de Recursos Humanos.

Segundo o presidente do Instituto Fundação João Goulart (IFJG), José Moulin, o programa foi modificado ao longo dos anos. Em 2017, o processo seletivo contou com um curso de gestão para 400 servidores, que fizeram aulas durante nove sexta-feiras e nove sábados. Os candidatos passaram por uma avaliação e, depois, pelo crivo de uma banca composta 50% por líderes cariocas que fizeram parte de todo o processo.

"Mais de 95% dos participantes são servidores da prefeitura, ou seja, eles vão permanecer no quadro", observou Moulin.

NOVOS 100 LÍDERES

Dos novos 100 novos líderes que vão receber o diploma na próxima semana, no Planetário da Gávea, 73 já foram anunciados. Hoje, serão definidos mais 19 e na semana que vem os outros oito restantes. Servidor do Previ-Rio, graduado na área de TI, com pós graduação em redes e MBA em gestão pública, Marconiedson Landim Dutra é um dos que já foi selecionado e será diplomado na próxima semana. "O programa é um grande incentivador na busca por qualidade na prefeitura. Fomos treinados e testados o tempo todo", afirmou.

Comentários

Últimas de Economia