Por

Os poupadores que tiveram perdas com os planos econômicos nas décadas de 1980 e 1990 terão 15 dias para receber o dinheiro após o Supremo Tribunal Federal (STF) homologar o acordo e, com isso, dar aval para que os bancos façam o pagamento. Ainda não há prazo para que a homologação do Supremo seja feita.

Após uma negociação que se arrastou por mais de 20 anos, o acordo prevê o pagamento à vista para quem tem até R$ 5 mil a receber. Para dívidas entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, o crédito será feito em três parcelas semestrais. A partir de R$ 10 mil, os valores virão em cinco parcelas semestrais.

Não será necessário se dirigir ao banco para receber os valores, pois o pagamento será feito na conta-corrente do poupador ou por meio de depósito judicial. O prazo máximo de parcelamento dos valores a serem recebidos pelos poupadores será de três anos.Tem direito a receber os poupadores que ingressaram com ações coletivas e individuais na Justiça pedindo o ressarcimento.

Você pode gostar
Comentários