Ambiente quita até R$ 5 mil do salário atrasado de novembro

Depósito será feito hoje para 1.500 pessoas. Complemento de quem recebe mais não tem data prevista

Por O Dia

Servidores ativos, aposentados e pensionistas enfrentaram fila para buscar cestas básicas, em Bangu
Servidores ativos, aposentados e pensionistas enfrentaram fila para buscar cestas básicas, em Bangu - DIVULGAÇÃO

Após o estado quitar os atrasados de outubro e o 13º de 2016, entre quarta e quinta-feira, com parte do empréstimo de R$ 2,9 bi do BNP Paribas, a expectativa do funcionalismo agora é pelos próximos pagamentos. E, hoje, 1.500 servidores ativos da Secretaria Estadual do Ambiente e Inea receberão atrasados de novembro de até R$ 5 mil, que serão depositados com recursos próprios da pasta.

De acordo com comunicado enviado ontem aos funcionários, o pagamento será feito da seguinte forma: serão depositados até R$ 5 mil líquidos aos 1.500 vínculos. Quem recebe vencimentos nesse valor (ou abaixo disso), terá o salário quitado.

Os servidores que ganham mais que essa quantia vão ter R$ 5 mil na conta, e o restante do salário de novembro será quitado posteriormente ainda não há data. Segundo fontes, isso significa que 80% desses 1.500 funcionários receberão integralmente hoje.

Já a espera das demais categorias pelo salário de novembro e de todas as áreas pelo 13º de 2017 deve se estender até 20 de janeiro quando o estado prevê pagar. A estimativa é baseada na arrecadação futura e na chegada da outra parte do empréstimo, que são os R$ 900 milhões.

DEPÓSITO DO RAS

O crédito dos atrasados não incluiu o Regime Adicional de Serviço (RAS) da Segurança Pública. E a Secretaria de Fazenda ainda não tem posicionamento sobre esse depósito.

Porém, nos bastidores do governo, há expectativa de que as horas extras sejam pagas às categorias ainda este ano. Inclusive, dizem que podem ser quitadas com recursos do empréstimo: dos R$2 bilhões que chegaram ao caixa estadual, R$ 1,8 bilhão foi usado para o pagamento de quarta e quinta-feira.

Comentários

Últimas de Economia