Prazo para sacar abono do PIS de 2015 termina hoje

Até o fim de novembro 1,4 milhão de pessoas ainda não tinham retirado o valor

Por O Dia

Quem trabalhava na iniciativa privada pode retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa Econômica
Quem trabalhava na iniciativa privada pode retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa Econômica - Divulgação

Os mais de 1,4 milhão de trabalhadores que têm direito e ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2015, têm até hoje para retirar o valor, que pode chegar a R$ 937, na Caixa Econômica Federal (PIS) ou no Banco do Brasil (Pasep). Não haverá prorrogação para a retirada do dinheiro. O valor disponível soma R$ 990 milhões, informou o Ministério do Trabalho.

O abono é para quem trabalhava em uma empresa ou órgão público por pelo menos 30 dias de 2015, tinha remuneração média de até dois salários mínimos, estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e teve dados informados corretamente pelo empregador na Rais.

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador deve acessar o site do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br). É necessário ter em mãos o número do PIS/Pasep ou do CPF e a data de nascimento. Também é possível saber sobre o benefício procurando as agências bancárias ou ligando para o Alô Trabalho, que atende pelo número 158. As ligações são gratuitas de telefone fixo em todo o país.

O valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente em 2015. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou um mês, por exemplo, recebe 1/12 do valor, e assim sucessivamente. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937.

"Para os que estão endividados, o foco é o pagamento das contas. É preciso priorizar as essenciais, que correspondem a serviços que podem ser cortados, como energia elétrica, água e aluguel, além das que possuem as maiores taxas de juro, como cheque especial e cartão de crédito", adverte Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

Galeria de Fotos

Quem trabalhava na iniciativa privada pode retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa Econômica Divulgação
Pezão avalia que alta na arrecadação fará com que 2018 seja melhor Valter Campanato/Agência Brasil

Comentários

Últimas de Economia