Lixo eletrônico também é reciclável

Empresa do Rio coleta 10 toneladas de e-lixo por mês. Material volta ao mercado com preços reduzidos

Por O Dia

Zyklus se dedica à reciclagem de material eletrônico. Ideia é mudar o cenário atual, onde apenas 2% do e-lixo é reaproveitado, segundo estudo do Global E-waste Monitor
Zyklus se dedica à reciclagem de material eletrônico. Ideia é mudar o cenário atual, onde apenas 2% do e-lixo é reaproveitado, segundo estudo do Global E-waste Monitor - fotos Divulgação

Carcaças de computadores, celulares quebrados, monitores e baterias. O que fazer quando esses e outros aparelhos não têm mais serventia? Em constante crescimento, a indústria de eletroeletrônicos deixa um rastro de sujeira em diversos países. O Global E-waste Monitor, estudo recém-divulgado pela Universidade das Nações Unidas, mostra que o volume de e-lixo descartado em todo o mundo chegou a 44,7 milhões de toneladas no ano passado. Um crescimento de 8% desde 2014. Boa parte vem do Brasil, maior produtor de lixo eletrônico da América Latina, com mais de 2 milhões de toneladas. Estima-se que apenas 2% disso seja reaproveitado. Uma empresa no Rio luta para mudar essa estatística.

Uma iniciativa dedicada à reciclagem desse material está em desenvolvimento em Bonsucesso, na Zona Norte. De acordo com Vitor Saboya, sócio-fundador da Zyklus, a ideia é transformar a economia através de um modelo circular, envolvendo o consumo, o descarte e a produção. "A reciclagem desse material resolve parte do problema. O ideal é repensar o consumo, reduzir a retirada de recursos naturais do ambiente e o acúmulo irresponsável de resíduos", afirma.

O negócio nasceu quando Vitor estava na faculdade e percebeu o vácuo que existe no setor. No primeiro ano, o empenho foi para criar uma rede que pudesse abastecer o empreendimento. Hoje, a empresa chega a coletar 10 toneladas de e-lixo por mês. Três tipos de serviço são oferecidos: o recondicionamento, que permite a volta do equipamento ao mercado, o reuso, por meio da transformação do material, e a reciclagem. "É um trabalho social. Recuperamos os equipamentos e devolvemos ao mercado a preços reduzidos. Isso diminui o volume de recursos a serem extraídos da natureza e permite que mais pessoas tenham acesso a esses itens", finaliza Saboya.

Galeria de Fotos

Funcionários de empresa em Bonsucesso reciclam lixo eletrônico Divulgação
Zyklus se dedica à reciclagem de material eletrônico. Ideia é mudar o cenário atual, onde apenas 2% do e-lixo é reaproveitado, segundo estudo do Global E-waste Monitor fotos Divulgação

Comentários