CRIANÇAS DE FÉRIAS

Por O Dia

Com a proximidade das férias escolares, os condomínios devem criar regras para que a convivência seja harmoniosa, levando em conta o bom senso e a responsabilidade, sem esquecer a obrigatoriedade de divulgação das regras. De acordo com a Apsa, é comum que ocorram reclamações quanto ao barulho das crianças, aglomeração nas áreas comuns dos prédios e até depredação de patrimônio.

Para evitar transtornos, é importante que pais e responsáveis sempre verifiquem o regulamento interno. "Essas regras podem variar, mas são estabelecidas e possivelmente revisadas através de assembleias gerais e é importante que todos tenham conhecimento do seu conteúdo. Elas também podem definir advertências, notificações e até multas para os condôminos que as desrespeitarem. Mas o diálogo e o bom senso devem ser sempre a primeira opção", explica Geraldo Victor, gerente-geral de Gestão Condominial da APSA.

As regras podem definir horários e locais onde as crianças possam brincar sem que atrapalhem outros condôminos e funcionários do edifício.

Comentários