Natal iluminado

Pisca-pisca é um ótimo recurso decorativo

Por Cristiane Campos

Especialista indica a luz branca (amarelada). O pisca-pisca colorido é mais apropriado para casas com crianças
Especialista indica a luz branca (amarelada). O pisca-pisca colorido é mais apropriado para casas com crianças - FOTOS DIVULGAÇÃO

O pisca-pisca é um grande curinga na decoração de Natal. Uma árvore sem esse recurso pode ficar sem graça, sem vida. De acordo com o arquiteto Fabiano Ravaglia, ele pode, inclusive, ser usado em outros locais e não apenas na árvore de Natal. "Ele pode dar aquele charme na entrada da casa, em um aparador no hall, ou cair muito bem também enfeitando o móvel buffet que serve de apoio para a mesa de jantar", afirma. O profissional complementa que o acessório pode ser inserido ainda em vasos e garrafas. "Outra ideia é colocar bolinhas de pingue-pongue cobrindo as lâmpadas do pisca-pisca, pois deixam a luz mais opaca e confortável aos olhos. Isso ajuda a utilizar o pisca-pisca não apenas na decoração de Natal, como também no quarto e escritório, criando uma luminária decorativa", ressalta Fabiano. Ele explica que o pisca-pisca clássico é o de luz branca (amarelada) e sugere evitar o de luz muito branca azulada porque deixa o ambiente mais frio. "Usar pisca-pisca colorido é uma ótima pedida para famílias com crianças em casa, pois traz alegria e muita cor para a ocasião", indica.

Para a instalação, Fernando Santos, arquiteto e diretor da Santos Projetos, lembra que uma mangueira de luz ou um pisca-pisca isolados têm consumo muito baixo de energia, mas muitas pessoas acabam exagerando e colocando pisca-pisca nas janelas, varandas, árvores de natal etc. "E para conseguir energia para tantos artefatos, usam os multiplicadores de tomada, os famosos benjamins. O risco dos multiplicadores é a sobrecarga da tomada onde está plugado. No caso de edifícios mais antigos, que têm poucas tomadas distribuídas nos apartamentos, certamente já existem multiplicadores em todas as tomadas e o risco de sobrecarga é maior", diz. Na hora de comprar, o profissional sugere observar se há alguma informação na embalagem sobre certificação de segurança de órgãos oficiais do Brasil. "Também é importante abrir a embalagem e examinar toda a extensão do pisca-pisca em busca de lâmpadas quebradas ou fios partidos. Quando já estiver em casa, abra o produto, faça um teste com ele ligado por uma hora antes de colocá-lo na sua posição definitiva e observe se a fiação vai esquentar muito, se lâmpadas vão queimar ou se o plugue está firme na tomada. Caso note algo estranho, vá à loja e troque seu artefato por um novo. Não arrisque um acidente com um familiar ou com sua casa", alerta.

Galeria de Fotos

Especialista indica a luz branca (amarelada). O pisca-pisca colorido é mais apropriado para casas com crianças FOTOS DIVULGAÇÃO
Rogério Avelino foi preso no Arará, em Benfica, na última quarta Severino Silva
Para aderir ao sistema, morador terá que responder a mensagem com o número do CEP. Serviço gratuito vai informar riscos iminentes de inundação, alagamento, temporal e escorregamento, além de enviar orientação sobre como proceder nessas situações DIVULGAÇÃO
Atendimentos irão ocorrer na terça, ao lado do Shopping Via Parque Divulgação
Coronel Márcio Basilio acompanhou parte do conserto de viatura do 5° BPM, em oficina no Centro do Rio Luiz Ackermann / Agencia O Dia

Comentários