JOGO DE PACIÊNCIA

Por O Dia

Rueda
Rueda - Gilvan de Souza / Flamengo

O ambiente é deles, ao Flamengo de Reinaldo Rueda (foto) cabe a missão de calar a galera e trazer a decisão para o Maracanã, se possível com vantagem, mas considerando o empate um bom resultado. Vi os dois jogos do Independiente com o Libertad do Paraguai e os argentinos foram bem melhores jogando em casa. O time fez o resultado no primeiro tempo e fechou a defesa no segundo, não permitindo ao adversário espaços além da linha intermediária. Tem como destaque um jovem de 18 anos, Esequiel Barco, meia avançado, considerado a grande revelação do futebol argentino. O Independiente é tocador de bola e catimbeiro, para vencê-lo, o Flamengo precisará de paciência e sangue frio. Paciência para esperar o melhor momento para atacar e sangue frio para não aceitar provocações, principalmente Diego, e suportar a pressão inicial. Time por time não vejo grandes dificuldades: o Independiente é bom, mas o Flamengo é melhor, precisa entrar em campo e mostrar a diferença.

Comentários

Últimas de Esporte