PERUANO FORA DA COPA

Por O Dia

Guerrero, atacante do Flamengo, faz trabalho na esteira, na academia do CT do Ninho do Urubu
Guerrero, atacante do Flamengo, faz trabalho na esteira, na academia do CT do Ninho do Urubu - Gilvan de Souza/Flamengo

Flagrado no exame antidoping no jogo entre Peru e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia, realizado em Buenos Aires, no dia 5 de outubro, Paolo Guerrero (foto) recebeu constrangido a sentença da Fifa, que o suspendeu por um ano, pena que vai se estender até 3 de novembro de 2018. Nesse período, Guerrero, que completará 34 anos no próximo dia 1º, não poderá participar de partidas de futebol, oficiais ou amistosas pelo Flamengo, com quem mantém contrato com validade até 10 de agosto de 2018 e pela seleção do Peru, qualificada para disputar o Mundial. A defesa do jogador considerou a pena injusta e já anunciou que vai recorrer e irá até a ultima instância. O recurso inicial deve ser encaminhado ao Tribunal de Apelações da própria Fifa. Caso a pena seja mantida, restará como última tentativa o encaminhamento à CAS (Corte Arbitral do Esporte). De qualquer forma, por mais ágil que seja o processo, o caminho é longo e com pouca chance de alcançar êxito.

Comentários

Últimas de Esporte