Desábato é o alvo na Colina

Clube cruzmaltino já fez proposta pelo volante do Vélez Sarsfield, da Argentina

Por O Dia

Rosalinda (Vera Mancini) em 'O Outro Lado do Paraíso'
Rosalinda (Vera Mancini) em 'O Outro Lado do Paraíso' - Raquel Cunha/TV Globo

O volante Leandro Desábato, do Vélez Sarsfield, da Argentina, está na mira do Vasco. O clube cruzmaltino até já fez proposta para contar com o jogador, que está em fim de contrato com o atual time. Ou seja, ele chegaria sem custos a São Januário. O vínculo de Desábato com o Gigante da Colina seria de dois anos.

Pesa a favor do volante a sua experiência em Libertadores. Com a sétima colocação no Brasileirão deste ano, o Vasco já está garantido na pré e aguarda agora a definição da final da Copa Sul-Americana entre Flamengo e Independiente, quarta-feira, no Maracanã, para saber se terá vaga direta na fase de grupos do torneio continental.

FORTE NA MARCAÇÃO

Formado nas divisões de base do Vélez, Desábato tem 27 anos e está no elenco profissional desde 2010. Ele disputou 136 jogos e marcou três gols pelo time argentino. Sua característica de marcação também é bem vista em São Januário, onde chegaria como reforço para o meio-campo.

A informação foi divulgada primeiramente pelo jornalista argentino César Luis Merlo. Segundo ele, Desábato viria ao Rio já nesta semana para assinar contrato de dois anos com o Vasco. Mas, em São Januário, o clima é de cautela em relação à negociação com o volante.

Desábato é primo de Leandro Desábato, zagueiro do Estudiantes que foi acusado de racismo pelo atacante Grafite, em 2005. O defensor chegou a ser preso depois da partida entre Quilmes e São Paulo, no Morumbi, mas foi liberado após pagar fiança.

A diretoria do Vasco também vem monitorando outros nomes para reforçar seu elenco visando à disputa da Libertadores da América, como os atacantes Rildo, do Coritiba, e Erik, do Palmeiras.

PROTESTO EM COPA CONTRA EURICO

A oposição do Vasco protestou ontem em Copacabana: passeata reuniu 200 pessoas, lideradas por Julio Brant, candidato à presidência do clube. Eles pediam a saída de Eurico Miranda e a anulação da polêmica urna 7.

Votaram na urna em questão aqueles que se associaram nos dois últimos meses de 2015, prazo final para que pudessem participar do pleito foram 691 eleitores, número muito acima da média de adesões.

Com esses votos, Eurico venceu a eleição. Sem eles, Julio Brant seria o ganhador. Há suspeitas de irregularidades nas adesões.

Galeria de Fotos

Vacina vetorizada em adenovírus poderá ser testada em humanos Reprodução
Vera Mancini posando (à esq.) e caracterizada como Rosalinda: a empregada vai fazer papel de cupido fotos Raquel Cunha/TV Globo
Rosalinda (Vera Mancini) em 'O Outro Lado do Paraíso' Raquel Cunha/TV Globo

Comentários

Últimas de Esporte