Meia argentino do Furacão acusado de tentar matar a mulher

Lucho González teria ameaçado jogar a esposa da varanda na frente dos filhos

Por O Dia

Lucho González disputou a temporada de 2017 pelo Atlético-PR
Lucho González disputou a temporada de 2017 pelo Atlético-PR - Rodrigo Felix Leal / Gazeta do Povo

O meia argentino Lucho González, ex-Atlético-PR, está sendo acusado pela mulher, Andreia da Silva Marques González, de tentar matá-la na frente dos filhos. O caso teria acontecido no dia 8, em Curitiba.

Ao site português Record, Andreia, casada com Lucho há oito anos, disse ter passado momentos de terror: "Discutimos e ele tentou me matar. Esvaziou a casa, tirou todas as joias e valores, o dinheiro das contas, bloqueou os meus cartões, roubou dinheiro até das funcionárias. Tentou me asfixiar e cortou meus pulsos, pendurou-me na varanda e chamou os meus filhos para me ver cair."

E acrescentou: "As empregadas o chamaram à razão e ele me puxou da varanda, porque embaixo tinha o pátio onde estavam os meus filhos brincando com os cachorros." O caso foi registrado na Delegacia da Mulher. Ela fez exame de corpo de delito e testemunhas já foram ouvidas pela polícia.

De acordo com o site GloboEsporte.com, foi concedida a Andreia medida protetiva de urgência, baseada na Lei Maria da Penha. A juíza Karine Pereti de Lima Antunes estabeleceu que Lucho fique a uma distância mínima de 500 metros da mulher. A visita aos filhos menores foi suspensa pelo prazo inicial de 90 dias.

Em entrevista ao site, o jogador negou e disse que tentou impedir a mulher de se suicidar: "Juro pelos meus filhos." Segundo ele, Andreia sofre de depressão, usa medicamentos controlados e inventou a história.

Comentários

Últimas de Esporte