REUNIÃO E PRAZO DA CONMEBOL

Por O Dia

Um dia após o encerramento do sócio-torcedor corporativo, destinado às organizadas, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, se reuniu com o procurador-geral do estado, Eduardo Gussem, no Ministério Público do Rio. Gussem ratificou a responsabilidade do mandante no caos da final da Sul-Americana, no Maracanã. Bandeira lamentou o ocorrido e apresentou documentos que comprovariam o esforço em alertar as autoridades sobre riscos.

O clube, que tem até quinta-feira para se defender por escrito na Conmebol, vai procurar o governo do estado, em busca de soluções e contratará consultoria de segurança. Hoje, Bandeira vai a Assunção acompanhar o sorteio da Libertadores e espera conversar com dirigentes da entidade.

Comentários