A NOVA LIBERTADORES

Por O Dia

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol
Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol - AFP / NORBERTO DUARTE

A Libertadores chegará em 2018 à 59ª edição reunindo 47 clubes das dez confederações Sul-Americanas. À medida que os anos se passaram e graças, principalmente à TV, a competição veio ganhando corpo e chamando a atenção. Essa pode ser a melhor das últimas disputadas, mesmo com a concorrência da Copa do Mundo. A festa de apresentação e o sorteio dos grupos mostraram que a nova administração da Conmebol, sob o comando de Alejandro Domínguez (foto), está disposta a passar a limpo o futebol no continente. Tudo bem feito, de forma transparente e profissional. O sorteio dirigido, evitando que duas equipes de um só país caíssem no mesmo grupo, a possibilidade do árbitro de vídeo já a partir das quartas de final, desde que superado o problema de custo operacional, o controle disciplinar e o combate duro à dopagem. É o mesmo torneio passado a limpo, com a ideia de se aproximar do modelo europeu. Gostei muito do que vi.

Galeria de Fotos

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol AFP / NORBERTO DUARTE
Real Madrid's French coach Zinedine Zidane reacts during the Spanish League "Clasico" football match Real Madrid CF vs FC Barcelona at the Santiago Bernabeu stadium in Madrid on December 23, 2017. / AFP PHOTO / JAVIER SORIANO AFP
Adriano recebe o abraço de Zico: nem atraso na chegada ao Maraca ofuscou participação do Imperador FOTOS Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Comentários

Últimas de Esporte