Mengão busca acordo por Zeca

Rubro-Negro negocia com o Santos para ter a liberação do lateral, que entrou na Justiça contra o Peixe

Por O Dia

Zeca conseguiu liminar para buscar outro clube no início do mês
Zeca conseguiu liminar para buscar outro clube no início do mês - Ricardo Saibun/Santos FC

Com audiência marcada para abril, o Santos aceitou negociar a liberação do lateral-esquerdo Zeca para o Flamengo. A princípio, o Peixe pretende receber uma compensação financeira e um ou dois jogadores por empréstimo. Um acordo também interessa aos rubro-negros, que temem a cassação da liminar que deixa o jogador livre para assinar contrato com outro clube.

Entre Flamengo e Zeca, tudo certo. O anúncio está travado por causa da disputa judicial, mas poderia ser adiantado caso os times cheguem a um denominador comum. Se não for possível, o Santos pretende cobrar a multa rescisória de R$ 50 milhões do atleta, alegando que ele abandonou o trabalho. A expectativa é que a diretoria santista peça jogadores para o setor de ataque.

O lateral conseguiu liminar para buscar outro clube no início deste mês, por atraso no recebimento de FGTS e direitos de imagem. Recentemente, o Peixe teve recurso negado pela Tribunal Superior do Trabalho (TST), mas estuda outras formas de reverter a decisão.

Versátil, Zeca também pode atuar tanto na lateral esquerda quanto na direita, como fez na campanha do inédito título olímpico da Seleção Brasileira em 2016. Nesse ano, o Santos recusou uma oferta de R$ 30 milhões do Atlético de Madrid pelo atleta de 23 anos.

Além do Flamengo, Corinthians, Palmeiras e São Paulo demonstraram interesse no jogador, mas ele parece cada vez mais próximo de ser o primeiro reforço rubro-negro para o ano que vem.

Quem também está na radar é o atacante uruguaio Jonatan Álvez, do Barcelona de Guayaquil (Equador). O Flamengo fez uma proposta de dois milhões de (R$ 6,6 milhões) pelo jogador, que foi recusada pelos equatorianos. O Barcelona pede três milhões de dólares (R$ 9,9 milhões) pelo jogador, valor considerado alto demais pela diretoria.

Álvez, que marcou seis gols na última Copa Libertadores, é visto como a principal opção para substituir Guerrero. O peruano está suspenso até maio pela Fifa, mais ainda tentará a absolvição na Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça.

Comentários

Últimas de Esporte