Por gabriela.mattos
Rio - O Natal já está à porta. Com ele, o espírito de confraternização e, claro, todas aquelas tradicionais iguarias de dar água na boca. Uma delas, em especial, tem chamado a atenção na Baixada Fluminense. A Confeitaria Duquesa, em Duque de Caxias, resolveu inovar e está com uma receita para lá de grandiosa. Um panetone gigante, de 5 quilos, capaz de saciar uma família inteira durante a data festiva.
Diogenes Dalvi%2C proprietário da Confeitaria Duquesa%2C mostra o panetone gigante%2C que pesa 5kgLuiz Ackermann / Agência O Dia

Cerca de cinco vezes maior do que o normal, o panetone é uma criação de Diógenes Dalvi, de 41 anos, o proprietário da Confeitaria Duquesa. Na receita, cobertura feita de chocolate belga e bolas de brigadeiro na parte de cima, além de uma ‘chuva’ de granulado. “Pensei em algo para ser presenteado, mas que toda a família pudesse comer junta, ao redor da mesa, de acordo com a proposta natalina de união”, destaca.

Com cerca de inacreditáveis 20 centímetros de altura, o panetone gigante é cuidadosamente confeccionado pelo chef de cozinha Vagner Martins, de 34 anos. Ele conta que um dos segredos na hora do preparo está na adição de creme de leite fresco entre os ingredientes da massa, que faz com que ela fique bastante leve. “Em seu interior, o recheio de ganache, que mistura chocolate belga com meio amargo”, entrega.
O chef Vagner Martins exibe outra especialidade%2C a supercoxinhaLuiz Ackermann / Agência O Dia

Ainda segundo Vagner Martins, o panetone gigante custa R$ 170 e tem fabricação totalmente artesanal, feito somente sob encomenda dos clientes. Entre os sabores mais pedidos, brigadeiro goumert, leite ninho, kinder-ovo e bacalhau. “Ele leva cerca de uma hora e meia só de fermentação, cinco a dez minutos de batimento e, por fim, a aplicação das gotas de chocolate”, ensina o chef. 

Publicidade
Nem só de panetone gigante vive a Confeitaria Duquesa. Ao contrário, a casa também tem uma avantajada coxinha de galinha. É, aliás, um carro-chefe do estabelecimento. Com cerca de um quilo, o ‘salgadão’ é um desafio em tanto para os clientes. Não por acaso, é oferecido um troféu para os consumidores que se aventurarem em provar o quitute. “Colocamos um cronômetro na mesa e começa a disputa. Nosso recorde é de um rapaz que veio de Brasília e conseguiu comer em 1min40s”, lembra Diógenes Dalvi. 
A coxinha gigante, por sinal, é conhecida pela crocância e leveza — custa R$ 19,90.
Apesar do tamanho, a massa é bem ‘maleável’. Isso porque é feita com purê de batata e leite de côco. “O que torna nossa coxinha diferente das outras é que não causa empazinamento”, valoriza o chef Vagner Martins, ressaltando que a Confeitaria Duquesa fica na Rua Sebastião de Carvalho, 65, bairro 25 de Agosto (3777-7000). 
Publicidade
?Do estagiário Matheus Ambrósio, sob supervisão de Maria Inez Magalhães