Cozinheiros profissionais disputam hoje prêmio de R$ 200 mil e comentam suas trajetórias no reality de culinária da Band

Por O Dia

Rio - Francisco Pinheiro e Pablo Oazen disputarão hoje, às 22h30, a grande final da segunda temporada do 'MasterChef Profissionais', da Band. Para o embate, os candidatos precisarão elaborar um menu degustação autoral. Serão duas entradas, dois pratos principais e duas sobremesas. "O coração está a mil, ansiedade pura", confessa Francisco. "Sonho com o programa todo dia. É uma expectativa muito grande", revela o oponente Pablo.

Francisco e Pablo vão preparar menu degustação com duas entradas%2C dois pratos principais e duas sobremesasDivulgação

O anúncio do vencedor será feito ao vivo - o prêmio em disputa é de R$ 200 mil, uma viagem para Dubai, nos Emirados Árabes, com hospedagem e direito a um acompanhante, produtos Tramontina e um troféu. Além disso, os dois competidores ganharão R$ 1 mil por mês, durante um ano, para compras em uma rede de supermercado.

Para Francisco Pinheiro, apontado por muitos como favorito no início do programa, seu protagonismo foi colocado em xeque. Ele conta que sempre levou muito em consideração tudo que a chef Paola Carosella lhe disse ao longo do reality. "Tentava pegar para melhorar na prova seguinte e ir mudando na forma de cozinhar, a delicadeza, o gestual de cozinhar, de servir. Fiquei muito tocado por ela se emocionar comigo servindo os pratos. Ali tinha todo o gesto, amor e dedicação construídos na minha carreira", explica.

Já Pablo Oazen viu o movimento em seus restaurantes triplicarem após sua participação no 'MasterChef'. "O que o programa está me proporcionando, achei que nunca fosse ter na vida. Nunca quis ser famoso, sempre quis ter reconhecimento profissional, mas agora tenho as duas coisas. No meu restaurante está uma loucura. As pessoas fazem reservas para assistir ao programa lá. Quando eu vou para o mezanino, rola uma comemoração muito grande, parece que foi gol", revela.

Quando o assunto é o que fazer com o prêmio do programa, os dois participantes mostram perfis distintos. "Só tenho 50% de chance. Fiz o meu melhor, entreguei tudo, não mudaria nada, faria a mesma receita", pondera Francisco. Enquanto isso, Pablo já tem praticamente tudo definido. "Tenho dois negócios, pago empréstimo pelo investimento de ambos. Então, quero quitar uma parte desse investimento. Outra parte vou utilizar para viajar com a família", planeja.

 

Últimas de _legado_Notícia