Conselho da ONU se reúne

Por O Dia

O Conselho de Segurança da ONU se reuniu ontem em Nova York. Os embaixadores da França, Reino Unido, Itália, Suécia e Alemanha afirmaram que a decisão "não está conforme as resoluções do Conselho de Segurança" e negaram a legitimidade.

"O status de Jerusalém deve ser determinado por negociações entre israelenses e palestinos. Na ausência de um acordo, não reconhecemos nenhuma soberania sobre Jerusalém", ponderaram.

Jerusalém abriga lugares sagrados das três grandes religiões monoteístas. Desde a criação de Israel, em 1948, a comunidade internacional nunca reconheceu a cidade como capital. A medida de Trump cumpre uma lei americana de 1995.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência