Em entrevista ao príncipe Harry, Obama pede cuidado com o uso das redes sociais

Harry foi o editor convidado do programa Today, da Rádio 4 da BBC. Obama aproveitou o momento para falar sobre os riscos do uso inadequado das redes sociais por pessoas públicas com grande influência social

Por O Dia

Obama em entrevista ao príncipe Harry para a Rádio 4 da BBC
Obama em entrevista ao príncipe Harry para a Rádio 4 da BBC - AFP

Londres - O ex-presidente americano Barack Obama fez um alerta sobre o uso irresponsável das redes sociais que podem levar a uma "balcanização" da sociedade. A declaração foi feita nesta quarta-feira, em entrevista ao príncipe Harry, na Rádio 4 da BBC para o programa Today (Hoje).

Sem citar o atual presidente americano, Donald Trump, assíduo usuário do Twitter, Obama afirmou que pessoas em posições de poder deveriam ser cautelosas ao postar mensagens pois as redes sociais distorcem o debate público. Segundo o ex-presidente, essas ações estavam afetando a compreensão das pessoas sobre questões complexas e espalhando desinformação.

"Um dos perigos da Internet é que as pessoas podem ver as realidades totalmente diferentes. Podem ser iludidas por informações que reforçam suas posições", declarou Obama em uma das raras entrevistas que concedeu desde que saiu da Casa Branca em janeiro.

Obama disse ainda ter deixado a Presidência dos EUA, "globalmente", com um sentimento de "serenidade", mas também com uma "preocupação" em relação ao futuro do país, onde fatos serão descartados e as pessoas somente irão ler e ouvir coisas que reforçarem suas próprias visões do mundo.

“A questão tem a ver como nós aproveitamos essa tecnologia de uma maneira que permita uma multiplicidade de vozes, que permita uma diversidade de visões, mas não nos leve a uma ‘balcanização’ (termo de origem geopolítica- Guerra dos Balcãs - que se refere ao fracionamento de um país ou grupo grande em unidades menores) da sociedade e que permita maneiras de achar um consenso”, disse Obama.

O príncipe Harry ainda aproveitou para perguntar o que mudou depois da Casa Branca. Obama respondeu, bem humorado, que acorda mais e com o “espírito livre”. “É uma alegria ter a possibilidade de ser dono do seu dia”, admitiu Obama.

"Quando eu me levanto, quero tomar minhas próprias decisões, decidir como quero usar meu tempo", acrescenta o democrata.

O membro da família real britânica foi o editor convidado do programa Today (Hoje), da Rádio 4 da BBC. Harry já havia entrevistado Obama em setembro, no canadá, onde os dois estiveram para participar dos Jogos Invictus, um evento esportivo criado pelo príncipe para homenagear veteranos de guerra.

Com informações da AFP

 

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência