Onda de frio sem precedentes atinge o Canadá e os EUA

Por O Dia

Para curtir a paisagem de Quebec, casal se encapotou todo
Para curtir a paisagem de Quebec, casal se encapotou todo - AFP/Alice Chiche

Uma onda de frio sem precedentes tanto por seu alcance como por sua duração atinge o Canadá e grande faixa do norte dos Estados Unidos, com temperaturas inusualmente baixas nos dois países.

"Jamais conheci um frio que se instalasse por tanto tempo em uma extensão tão grande", confirmou o meteorologista Alexandre Parent, da agência federal Environnement Canada.

Segundo Parent, neste país não se trata tanto das temperaturas e do esfriamento causados pelos ventos, que estão batendo recordes e poderiam alcançar até -50ºC no norte de Ontário (centro), mas da extensão da onda de frio e de sua duração. "Estamos entre 10 e 20 graus Celsius abaixo do que é habitual", assinalou.

Nos Estados Unidos, foram registradas temperaturas abaixo de zero em Duluth, Minnesota (-37,7ºC), e Minot, Dakota do Norte (-29ºC).

Uma tempestade provocou um recorde de quase 1,5 metro de neve em 48 horas na cidade de Erie, na Pensilvânia, obrigando os funcionários a declarar estado de emergência.

Segundo dados do Serviço Meteorológico Nacional, os 86 centímetros de neve que caíram em 25 de dezembro foram a marca mais alta já registrada na cidade, batendo um recorde de 1956.

Em Nova York, as autoridades meteorológicas disseram aos moradores que esperem temperaturas entre -12,7ºC e -6,6ºC até sábado, que descreveram como "muito abaixo do normal".

Galeria de Fotos

Corajoso ciclista em Chicago Kamil Krzaczynski/Getty Images/AFP
Para curtir a paisagem de Quebec, casal se encapotou todo AFP/Alice Chiche
Pelo projeto, órgãos estaduais serão multados se desobedecerem Divulgação

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência