Serviços federais no Brasil inteiro

Por José Furian Filho Vice-Presidente de Negócios Públicos

opina30dez
opina30dez - arte

Os Correios, com três séculos e meio de história, vêm passando por desafios impostos pelo avanço das tecnologias digitais e de concorrentes no setor de encomendas, e estão empenhados em sua modernização, que passa pela reorganização estrutural, estratégias digitais, foco no cliente e diversificação de seus negócios tradicionais.

A Vice-Presidência de Negócios Públicos dos Correios foi criada com a proposta de desenvolver um novo relacionamento com órgãos da administração pública direta e indireta, modelando e comercializando soluções customizadas às demandas dos cidadãos de comunicação física e digital, atendimento presencial e digital, gestão da cadeia de suprimentos (apoio no planejamento de aquisição, coleta, armazenagem, gestão de estoques e pedidos, preparação de despachos, incluindo endereçamento, rotulagem e embalagem adequada, transporte, entrega, controle de entrega e logística reversa), distribuição de medicamentos, material educacional, provas e equipamentos como as urnas eleitorais, serviços de gestão documental que vão desde a produção do documento, sua tramitação física e digital, interna (mensageria e protocolo) e externa aos órgãos, o envio nacional e internacional, com controle de localização concomitante, entrega e coleta nos endereços envolvidos, a identificação e descrição das séries documentais, programas de avaliação e destinação de documentos, arquivamento intermediário, eliminação segura e recolhimento de documentos de valor permanente a arquivos centrais, com técnicas de consultas digitais e físicas.

Com esta iniciativa, os Correios contribuem para sua sustentabilidade e apoiam de maneira decisiva os esforços do governo federal em proporcionar aos cidadãos em todos os cantos do Brasil (os Correios são a única instituição pública federal presente em todos os municípios brasileiros) serviços públicos federais, não deixando de lado serviços públicos oferecidos pelos governos estaduais e municipais, evitando redundâncias e ociosidade em instalações físicas, e aumentando o nível de serviço proporcionado aos cidadãos.

Demonstrando esta capacidade de realização em parceria com o governo, os Correios entregaram, nos dias 5 e 12 de setembro último, com nível de serviço de 100%, os quase 14 milhões de provas personalizadas do Enem. Ou seja, os Correios identificaram em que escola cada um dos quase sete milhões de participantes estariam e se encarregaram de que todos eles pudessem continuar em seus sonhos de uma Educação Superior de qualidade. São os Correios cumprindo seu papel social com sustentabilidade e se transformando em mais um braço do governo para entregar políticas públicas de qualidade aos 210 milhões de brasileiros.

Galeria de Fotos

José Furian Filho Vice-Presidente de Negócios Públicos dos Correios Reprodução
opina30dez arte

Comentários