Inclusão 24 horas por dia

Por O Dia

O paratleta e medalhista em lançamento de disco em duas paralimpíadas, Atlanta (1996) e Sidney (2000), Anderson Lopes foi responsável pela parte esportiva do evento. Hoje em dia, ele pendurou o disco e faz parte da direção e coordenação dos projetos da Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos (Andef).

A unidade completou 35 anos, foi fundada pela médica neurologista Tânia Rodrigues, que também é coordenadora de Acessibilidade da Prefeitura de Niterói.

"O objetivo da Andef é mostrar que as Pessoas com Deficiência são capazes tendo oportunidades. Por isso, buscamos construir essas possibilidades para que nós possamos ter as mesmas chances de qualquer cidadão comum", explicou Lopes. "A nossa luta é por inclusão e acessibilidade 24 horas por dia", ressaltou. Ele conheceu a instituição em 1988, quando começou a praticar esportes. Quatro anos depois, com 17 anos, participou da primeira Paralimpíada, em Barcelona.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro