PM é morto após reagir a assalto

Por O Dia

Um PM morreu após reagir a um assalto dentro da estação de trem Comendador Soares, em Nova Iguaçu, na tarde de ontem. Carlos Marcelo Lima de Souza, de 40 anos, foi atingido por um tiro no rosto. Com ele, sobe para 124º o número de policiais assassinados no Rio neste ano. Carlos era lotado na UPP Parque Proletário e estava de folga.

POLICIAL SOFRE ACIDENTE

Na madrugada de ontem, outro PM morreu, em São Gonçalo, enquanto levava a moto que havia apreendido de um suposto criminoso para a delegacia. O soldado Rafael Vieira, de 28 anos, foi atropelado por um motorista, que fugiu. Ele era do 7º BPM (São Gonçalo).

A delegada Carla Tavares, da 73ª DP (Neves), já identificou o motorista. O caso é tratado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. No entanto, somente o laudo cadavérico poderá atestar se a causa da morte foi provocada pelo atropelamento ou se ele foi vítima de disparo de arma de fogo.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro