Protesto contra guarita

Por O Dia

A instalação de guaritas e cancelas por uma empresa de segurança privada causou revolta entre moradores da rua General Glicério e adjacências, em Laranjeiras. A medida partiu de síndicos do local, que procuraram a companhia para diminuir a insegurança crescente no bairro.

A empresa Groupe Protection ofereceria seus serviços por um período de teste de 15 dias antes de haver uma consulta pública para definir se a vigilância seria permanente. O protesto de moradores descontentes, porém, forçou os responsáveis a retirarem os equipamentos. Mas só por enquanto, de acordo com um dos donos da empresa, que preferiu não se identificar.

"Não somos policiais nem milicianos, como um pequeno grupo acusou. Somos uma empresa idônea. Cerca de 90% dos moradores apoia o projeto, e faremos um abaixo-assinado para implementar nosso protocolo. Resgataremos a sensação de segurança", promete.

A moradora Rita Fernandes criticou a medida e declarou que a atitude saiu de apenas um síndico. "Foi arbitrário. Não desejamos ficar isolados, isso não significa mais segurança. Precisamos de eficiência na segurança pública".

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro