Empresas alegam crise e atuação de vans

Por O Dia

O Rio Ônibus esclareceu que a situação do Consórcio Santa Cruz reflete a crise do setor. Segundo o sindicato, sete empresas (cinco com atuação na Zona Oeste) fecharam devido a dificuldades financeiras desde 2014. A entidade ressalta que, diante desse cenário, o número de passageiros vem caindo. Também cita como problema a concorrência com vans e kombis nas áreas dos consórcios Santa Cruz e Internorte e que os dois são os que transportam maior percentual de gratuidades.

O sindicato lembra que alertou ao longo de 2017 para o impacto do congelamento da tarifa, das reduções determinadas pela Justiça e do aumento do diesel, "que reduziram a capacidade de investimento em manutenção e renovação da frota".

A Secretaria Municipal de Transportes informou que seus fiscais atuam em toda a cidade, sem diferenciação. "Foram aplicadas 1.246 multas ao consórcio Intersul, 1.681 ao Internorte, 1.617 ao Transcarioca, e 1.872 ao Santa Cruz de janeiro a outubro", afirmou.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro