Acusada de aplicar golpes em idosos é presa

Elisangela marcava encontro por aplicativo e dopava as vítimas

Por O Dia

Objetos comprados com dinheiro dos idosos foram apreendidos
Objetos comprados com dinheiro dos idosos foram apreendidos - Luiz Ackermann / Agecia O Dia

Policias da 44ª DP (Inhaúma) prenderam na manhã de ontem, Elisangela Pereira da Rocha Andrade, de 41 anos, suspeita de dopar idosos para praticar roubo. Ela marcava encontros por aplicativos de relacionamento, onde utilizava nome falso. O 'Boa Noite Cinderela' contava ainda com a ajuda do marido, Mário Bento da Silva Filho, 54, que também foi preso. O casal foi detido enquanto dormia, em Vila Aliança, em Bangu.

Os suspeitos atuavam em vários bairros da cidade, sempre da mesma forma. No encontro, Elisangela colocava substâncias entorpecentes na bebida alcoólica da vítima, que já saía dopada. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Fábio Asty, os encontros aconteciam próximos à motéis para facilitar o roubo.

"Quando a vítima pegava no sono, ela roubava seus pertences. E quando despertava, ainda sob efeito dos medicamentos, a pessoa acabava passando a senha dos cartões", explicou Asty. Durante a ação, Mário dava apoio aguardando a mulher na saída do motel.

De acordo com as investigações, Elisangela aplicava o golpe há três meses. Neste período, sete vítimas já foram identificadas pela delegacia. A primeira foi um idoso de 77 anos, que na ocasião, havia marcado o encontro no shopping Nova América. "O idoso foi dopado e chegou a ficar internado dois dias em um hospital na Barra Tijuca. Teve uma lesão patrimonial de R$ 15 mil reais", apontou o delegado.

Nas imagens capturadas pelas câmeras de vigilância de vários estabelecimentos, Elisangela chegava acompanhada do marido, que se passava pelo titular dos cartões das vítimas. Em sua casa, foram apreendidos diversos materiais comprados com o dinheiro do golpe. Entre eles, talheres de inox, roupas de cama, lençóis, bijuterias e caixas de medicamentos junto com as receitas médicas falsificadas.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro