Dia de festa no Museu do Amanhã

Programação gratuita vai celebrar os dois anos do museu e 120 anos da Providência

Por ASSINATURA REPÓRTER

Região Portuária recebe temporada de cruzeiros. São esperadas 94 embarcações, sendo 23 internacionais
Região Portuária recebe temporada de cruzeiros. São esperadas 94 embarcações, sendo 23 internacionais - Estefan Radovicz/Agência O Dia

Para comemorar dois anos de funcionamento e 120 anos do Morro da Providência, a primeira favela do Brasil, o Museu do Amanhã preparou um dia de festa hoje, com oficinas, rodas de conversa, exposições, cineclube e apresentações de música e dança. As atividades, gratuitas, começam a partir das 11h.

No '120 2', moradores da Providência vão participar de grupos de conversa abertos ao público sobre vários temas, como inovação e tecnologia nas comunidades e memórias do morro. Às 14h, visitantes do museu terão à disposição uma oficina para produção de pipas, com Marquinhos da Providência, morador do morro. A festa termina com exibição de filmes e música com Disc Jóquei.

Ainda no final de semana estará em cartaz duas exposições: 'Da Guanabara à Providência' e 'Mundos Invisíveis', com experimentação em microscópios. Na terça, a mostra 'Aya e o seu mundo de inteligências artificiais criativas' será aberta ao público, das 10h às 18h.

PORTO DO RIO LOTADO

E não é só o Museu do Amanhã que promete receber milhares de visitantes, toda Região Portuária já está lotada de turistas por conta das férias e festas de fim de ano. Apenas nesta semana, mais de 16 mil visitantes passaram pelo Pier Mauá. Nesta alta temporada, são esperadas 94 embarcações no Rio, das quais 23 são cruzeiros internacionais. Das viagens de fora do Brasil, 60% chegam do Mercosul e o restante é da Europa e Estados Unidos.

"Este ano tivemos um aumento de 15% no movimento. É o Rio de Janeiro se firmando como porto de embarque e desembarque. Enquanto em outros portos do Brasil o turista leva uma hora e meia pra chegar do aeroporto até o terminal, aqui, ele tem várias opções, como o VLT", destacou Alexandre Gomes, gerente de operações do Píer Mauá.

Até o Carnaval, a expectativa é de que os turistas movimentem mais de R$ 300 milhões na economia carioca.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro