Lei sobre a volta dos cobradores é sancionada

Por O Dia

Texto do Legislativo proíbe motoristas de ônibus a dar troco
Texto do Legislativo proíbe motoristas de ônibus a dar troco - Luiz Ackermann/ Agência O Dia

O prefeito Marcelo Crivella sancionou ontem a lei que proíbe os motoristas de ônibus a dar troco e garante a volta dos cobradores. A medida foi aprovada na Câmara dos Vereadores no mês passado. Para vir a valer, a prefeitura ainda precisa regulamentar o decreto, sem data prevista, para estabelecer as normas e prazo de cumprimento. O Rio Ônibus classificou a lei como um retrocesso e vai recorrer à Justiça.

Para o vereador Reimont Luiz (PT), autor do texto, a dupla função coloca em risco a segurança dos passageiros, do trânsito e dos pedestres. "Ao mesmo tempo em que dirige, o motorista libera a catraca, atende os que pagam em dinheiro, confere a identidade de quem tem direito à gratuidade, vigia a porta traseira, presta contas aos fiscais, aciona o elevador para os passageiros cadeirantes...", enumerou. "Conseguiremos fazer um serviço melhor, dar mais atenção aos passageiros", completou um motorista que não se identificou. O Sintraturb-Rio, sindicato da categoria, avaliou a lei como uma vitória.

O Rio Ônibus também informou ontem que uma decisão da juíza Beatriz Prestes Pantoja, da 8ª Vara da Fazendo Pública, reconheceu que o congelamento da tarifa em 2013 contrariou o contrato de concessão. O município foi condenado a pagar indenização, cujo valor será calculado.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro