HORA DA FESTA

Serão três dias de shows em Copacabana, com estreia amanhã e encerramento dia 6. É esperado um público recorde na virada

Por Bruna Fantti

copavale100
copavale100 - arte

Os festejos para a chegada de 2018, em Copacabana, começam amanhã, com a Orquestra Tabajara, e terminam somente no primeiro sábado do ano, com samba. A festa organizada pela Prefeitura do Rio terá três dias de shows na orla e espera atingir, logo na virada do ano, o recorde de público, com 3 milhões de pessoas.

Amanhã, a partir das 21h, turistas e cariocas vão bailar ao som de uma das mais tradicionais orquestras brasileiras, fundada em 1934. A apresentação, que será de duas horas, está sob a regência do maestro Francisco Araújo e contará com a participação de 35 músicos e oito bailarinos. "Será um grande bailão, com sucessos das décadas de 50, 60, 70 e 80. Convido todos a participarem dessa festa", disse Marcelo Alves, presidente da Riotur.

Na virada, a cantora Anitta subirá ao palco após a queima de fogos de 17 minutos, com duração de cinco minutos a mais do que na festa anterior. Ela está sendo tratada como atração internacional. "Deixamos claro para a agência que está preparando o Réveillon que gostaríamos de uma artista internacional. Anitta está sendo tratada assim por sua importância", afirmou Alves.

Já no dia 6 de janeiro, as baterias das 13 escolas de samba do Grupo Especial vão desfilar dos extremos de Copacabana até o palco montado para a festa de Réveillon, onde a Orquestra Sinfônica Brasileira vai se juntar ao espetáculo.

Assim como nos anos anteriores, a recomendação para chegar à festa é por meio de transporte público. "No total, 52 vias serão interditadas para circulação das pessoas e, com isso, 4 mil vagas de estacionamento serão suprimidas. O metrô é uma boa forma de se chegar à Copacabana, assim como ônibus e táxis", apontou Joaquim Diniz, diretor de operações da CET-Rio.

O metrô colocou à venda 153 mil bilhetes com hora marcada. O embarque só será permitido a partir das 19h com um cartão especial disponível nas estações Pavuna, Uruguai, Central, Carioca, Glória e Jardim Oceânico, das 10h às 21h. No sábado e no domingo, os bilhetes serão vendidos apenas na estação Carioca.

Como a virada será em um final de semana, a partir de 7h de domingo, serão implantadas as áreas de lazer na Avenida Atlântica, Aterro do Flamengo, Leblon e Ipanema, sendo os bloqueios nas pistas perto ao mar. Já às 15h, a pista junto às edificações da Atlântica, em Copacabana, também será fechada. Às 19h, serão 30 pontos de bloqueio para carros de passeio, com exceção dos ônibus e táxi. Às 22h, todo o bairro será interditado.

Na volta para casa, haverá esquema especial de ônibus, com terminais na Enseada de Botafogo (Avenida das Nações Unidas) e Ipanema (Rua Prudente de Morais e Avenida Vieira Souto). A reabertura das vias de Copacabana e do entorno está prevista para às 5h de segunda-feira.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro