Novas promessas para o Ano Novo

Prefeitos da Baixada Fluminense revelam planejamentos para 2018 com reformas e melhorias nas cidades

Por Aline Cavalcante

Carlos Moraes: Japeri ganhará Vila Olímpica
Carlos Moraes: Japeri ganhará Vila Olímpica - DIVULGAÇÃO

Muitas pessoas têm o hábito de fazer uma listinha de metas para o Ano Novo. Inspiradas na virada do ano e na ideia de começar um novo ciclo é comum pensar e planejar mudanças e estabelecer objetivos. Na administração pública não é diferente. Os prefeitos de Nova Iguaçu, Belford Roxo, Japeri, Nilópolis e Duque de Caxias também fizeram sua listinha, que contam com melhorias nas áreas da saúde, educação e em outros setores.

Rogério Lisboa (PR), prefeito de Nova Iguaçu, afirmou que este foi difícil, mas no próximo virá melhorias para a cidade. "Daremos total prioridade para a saúde, vamos atrás de parcerias e investimento para o Hospital da Posse. A educação também está no planejamento de melhorias"

Já a promessa do prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (PMDB), é de que 2018 comece com os atendimentos no Hospital do Olho Julio Cândido de Brito. Para o Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, estão previstos 56 novos leitos e um novo centro cirúrgico. Na educação, a expectativa é pelo início das aulas no novo campus da UFRJ, a federal do Rio, em Santa Cruz da Serra.

Em Japeri, entre as metas para 2018, o prefeito Carlos Moraes (PP) destaca a reforma da Policlínica Itália Franco, unidade que oferece atendimento 24 horas. A Unidade Mista de Engenheiro Pedreira (UMEP) também deverá passar por obras. Na área da educação, está prevista a conclusão das obras de construção de duas creches e a reforma de quatro escolas. A prefeitura pretende ainda construir uma ciclovia no bairro Primavera, além de erguer a primeira Vila Olímpica da cidade.

Em Nilópolis, a prefeitura prometeu inaugurar, em janeiro, a Clínica de Saúde da Família que estará localizada no Centro, e oferecerá atendimento médico a crianças, adultos e idosos, além de acompanhamento a bebês e gestantes. A unidade também vai contar com serviços odontológicos, fisioterapêuticos e de programas de saúde como o Controle do Tabagismo, Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis.

Ainda no ano que vem, as obras do Hospital Municipal Juscelino Kubitschek deverão retornar. Em fevereiro, o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), do bairro Cabral, já estará com diversas atividades em funcionamento. Entre elas o infocentro, com internet banda larga, biblioteca, cinema, teatro, cursos, oficinas, atividades circenses, esportes de quadra e pista de skate. Uma pista de caminhada ligará o CEU ao Parque Natural do Gericinó.

De uma maneira geral, os prefeitos da Baixada, atribuíram a 2017 um ano de organização e transição de governo.

"Encontramos a cidade destruída e tivemos que reestruturar todos os setores. Vamos continuar com os investimentos no município", ressaltou o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho (PMDB).

Em 2018, as metas de Belford Roxo para o setor da educação são as construções de sete escolas e 15 creches. Na saúde está prevista a reinauguração do Hospital Municipal e da Unidade Mista do bairro Lote XV. No planejamento ainda há a construção de um centro de zoonose e um Centro Pop (Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua), no bairro São Francisco.

Normalmente, apesar de tanto planejamento, é comum as pessoas deixarem de cumprir metas e promessas de Ano Novo. Será que os prefeitos da Baixada seguirão esta tendência? A população estará de olho.

Galeria de Fotos

Carlos Moraes: Japeri ganhará Vila Olímpica DIVULGAÇÃO
Farid Abrão: obras no Juscelino Kubitschek DIVULGAÇÃO
Waguinho: mais 15 creches e centro de zoonoses DIVULGAÇÃO
Washington Reis: mais leitos no Moacyr do Carmo DIVULGAÇÃO

Comentários