Moradores fazem pedidos às prefeituras

Investimentos em saúde, educação e segurança estão na lista de prioridades de quem vive na Baixada

Por Aline Cavalcante

28/12/2017 - Desejos de Ano Novo para os municípios - Na foto: Ivana Campos (São João de Meriti) Foto: Luiz Ackermann / Agencia O Dia
28/12/2017 - Desejos de Ano Novo para os municípios - Na foto: Ivana Campos (São João de Meriti) Foto: Luiz Ackermann / Agencia O Dia - Luiz Ackermann

Faltando um dia para acabar o ano de 2017, a população da Baixada Fluminense já está de olho no que virá em 2018. Seja qual for a cidade, os desejos para o novo ano coincidem: melhorias.

A dona de casa Fátima Paiva Souza, 62, moradora de Corumbá, em Nova Iguaçu, está à procura de um laboratório ou uma clínica para fazer exames solicitados pelo médico. Ela não tem plano de saúde e não consegue fazer os procedimentos gratuitos pelo município. O desejo dela para 2018 é que a saúde em Nova Iguaçu melhore.

"É muito difícil para conseguir fazer um exame e quando conseguimos demora muito, aí eu prefiro pagar com o que ainda me sobra. Precisamos que as UPAS e os hospitais da região funcionem melhor. Espero que no ano que vem as coisas melhorem".

Em São João de Meriti o pedido é o mesmo. "Queria que as nossas unidades de saúde funcionassem para não precisar ir a outras cidades em busca de atendimento", disse o morador Rodolfo Luiz, 31. A esposa dele, Patricia Pereira, 32, concorda. "Já tive que sair daqui para conseguir vacinar as crianças. Fui ao Rio porque aqui não tinha o medicamento".

Os moradores de Mesquita também reforçam a necessidade de investimentos na saúde. "Precisamos de um hospital de emergência, não temos nenhum. Quando precisamos de atendimento temos que ir para Nilópolis ou Nova Iguaçu. Isso é um absurdo", afirmou o funcionário público Cristiano Sabino, 43, da Chatuba.

Melhoria na segurança pública dos municípios está entre os pedidos de Marli Idalina, 65, moradora da Coreia, em Mesquita. "Estamos vivendo reféns da bandidagem. Mal podemos sair nas ruas, é tanto assalto, tanta violência. Se tenho um pedido de Ano Novo para fazer é que tenhamos mais segurança".

Ivana Campos, 52, de São João de Meriti, fez uma lista de prioridades para sua cidade. Além da saúde e segurança, ela também quer educação de qualidade.

"Esses três pontos têm que ser prioridade em qualquer cidade. É o básico para a população ter o mínimo de dignidade. Por aqui ainda está faltando isso. Espero que ano que vem mude".

Em Belford Roxo teve quem pediu por investimento em cultura. "Ainda temos poucos eventos culturais na região. Gostaria de ver mais coisas acontecendo neste sentido", solicitou Lais Andrade, 30, moradora de Nova Piam.

O cenário cultural também entrou nas prioridades de Ingrid da Silva, 22. Ela mora no bairro 25 de Agosto. "Quem quer aproveitar e curtir um programa que envolva cultura muitas vezes tem que ir para o Rio. Nos últimos anos até vimos alguma coisa acontecer, mas o processo ainda é lento".

Para saber se os pedidos dos entrevistados serão atendidos, O DIA entrou em contato com as prefeituras. Os gestores de Duque de Caxias e Belford Roxo afirmaram quem pretendem investir em programações culturais em 2018. Na saúde, as prefeituras de Mesquita, Nova Iguaçu e São João de Meriti disseram que está previsto melhorias nas unidades. Na segurança, a PM informou que, apesar da crise econômica que atravessa o estado, tem trabalhado para reduzir ações criminosas.

Galeria de Fotos

28/12/2017 - Desejos de Ano Novo para os municípios - Na foto: Ivana Campos (São João de Meriti) Foto: Luiz Ackermann / Agencia O Dia Luiz Ackermann
28/12/2017 - Desejos de Ano Novo para os municípios - Na foto: Marli Idalina (Mesquita) Foto: Luiz Ackermann / Agencia O Dia Luiz Ackermann
28/12/2017 - Desejos de Ano Novo para os municípios - Na foto: Fátima Paiva (Nova Iguaçu) Foto: Luiz Ackermann / Agencia O Dia Luiz Ackermann

Comentários