Mais Lidas

Após aparição na TV, Huck volta a negar candidatura

Apresentador se pronunciou após participação no 'Domingão', gravada em novembro, criar polêmica. 'Não sou candidato a nada'

Por ESTADÃO CONTEÚDO

O apresentador Luciano Huck
O apresentador Luciano Huck -

São Paulo - O apresentador Luciano Huck voltou a negar publicamente que irá se candidatar à Presidência da República em 2018. Após ser entrevistado no Programa do Faustão, da TV Globo, exibido no domingo, o funcionário da emissora foi novamente alvo de especulações como possível nome para uma candidatura de centro-direita. Huck usou uma rede social nesta quarta-feira para rejeitar essa possibilidade.

"Em tempos de terra arrasada na política brasileira, muita gente ouve o que quer, e não o que foi dito. Assim sendo, vale repetir: como já me posicionei anteriormente, não sou candidato a nada. Sigo de onde estou tentando ser uma voz potente apoiando fortemente a tão necessária e esperada renovação política no Brasil", escreveu.

Huck comentou, pela rede social, que os "ecos" da sua participação no programa "seguem reverberando". "Como é um assunto sobre o qual poucas vezes opinei na TV, especulações de todo tipo voltaram a circular em torno do meu nome", disse, antes de reforçar que continuará atuando em movimentos cívicos para "oxigenar a política brasileira com novas cabeças, novas ideias e, principalmente, novas práticas". Na entrevista, o apresentador fez declarações que tem sido interpretadas como a fala de um candidato.

Na segunda-feira, o senador Lindbergh farias (PT-RJ) e o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) entraram com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a TV Globo e os apresentadores Fausto Silva e Luciano Huck por praticarem, em tese, abuso dos meios de comunicação e de poder econômico. Os parlamentares alegam que, durante o programa, houve uma "demonização da atual política, dos políticos que a representam, dos pré-candidatos que ostensivamente já se apresentaram para a sociedade como postulantes ao cargo presidencial e, de forma subliminar, a exaltação da pré-candidatura de Luciano Huck".

Gravação

A presença de Huck no programa de domingo foi gravada em 11 de novembro, portanto, antes da publicação no jornal Folha de S Paulo, no dia 27 daquele mesmo mês, do artigo em que o próprio apresentador afirmava que não concorreria à Presidência.

A informação foi confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo. Além disso, a gravação também ocorreu antes da divulgação da pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, pelo Estado, no dia 23 de novembro, na qual Huck aparecia como o mais bem avaliado em termos de imagem junto ao eleitor.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários