Mais Lidas

Ex suspeito de ajudar a matar cabeleireira é preso

De acordo com a Polícia Civil, Rogério não aceitava o fim do relacionamento e contratou Dioy para atirar na vítima

Por O Dia

Lorraine Fernandes foi encontrada morta em um canavial
Lorraine Fernandes foi encontrada morta em um canavial -

Goiás - O representante comercial Rogério Trindade do Couto, de 38 anos, e Dioy Belamino dos Reis, 18 anos, suspeitos de matar a cabeleireira Lorraine Fernandes, 32 anos, foram presos nesta terça-feira em Inhumas, Goiás. De acordo com a Polícia Civil, Rogério não aceitava o fim do relacionamento e contratou Dioy para atirar na vítima.

Lorraine desapareceu no dia 26 de dezembro após sair para ir ao banco. O carro dela foi encontrado abandonado e com uma marca de tiro na porta. O corpo foi achado em um canavial da cidade.

Inconformado com o fim do casamento, Rogério prometeu pagar R$ 5 mil, ao am

igo de longa data, Dioy para cometer o crime. As investigações indicam que o mandante do crime ajudou o comparsa, amarrando a mulher antes que ela fosse baleada.

Segundo o portal G1, o delegado Humberto Teófilo, que está a frente do caso, afirmou que Rogério e Lorraine tinham uma relação conturbada. O homem já havia sido indiciado por lesão corporal contra a ex-mulher e nega que tenha participado do crime.

Teófilo explicou ainda que Rogério acompanhou os passos de Lorraine desde o momento em que ela saiu de casa para ir ao banco. Após ela sair da agência, o representante ligou para o Dioy, que é ex-funcionário do atual marido de Lorraine, para que ele cometesse o crime.

O DIA entrou em contato com a Polícia Civil de Inhumas, mas ainda não recebeu respostas sobre o caso.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários