Mudança de rotina em Porto Alegre

Por O Dia

O julgamento na próxima quarta mobiliza movimentos pró e contra Lula na capital gaúcha. Amanhã e terça-feira, serão realizadas plenárias na Assembleia Legislativa de Porto Alegre com nomes de expressão nacional, como a presidente da República cassada Dilma Rousseff.

O principal ato público dos movimentos de esquerda será realizado às 17h do dia 23, quando são esperadas mais de 200 caravanas para uma marcha com 500 mil pessoas na região central da capital gaúcha. Segundo os organizadores, haverá 2 mil orientadores para evitar confrontos e impedir vandalismo. Eles também planejam montar um acampamento.

Já os coletivos favoráveis à condenação de Lula, como o Movimento Brasil Livre e o Vem Pra Rua, marcaram atos para as 18h dos dias 23 e 24 no Parque Moinhos de Vento, o Parcão, em "comemoração pelo início da libertação do Brasil".

O acesso ao entorno do TRF-4 será restrito a pessoas previamente cadastradas, e ônibus passarão por revista para verificar a presença de objetos que possam ser usados como arma. Além disso, os prédios públicos do entorno terão expediente encerrado ao meio-dia de terça-feira.

A Polícia Federal atuará na segurança dos magistrados enquanto a Brigada Militar fará a proteção dos prédios públicos, além de monitorar possíveis conflitos nas manifestações.

Comentários

Últimas de Brasil