Entorno do TRF-4 já está interditado

Por O Dia

Mais de 3.500 policiais reforçam a segurança em Porto Alegre
Mais de 3.500 policiais reforçam a segurança em Porto Alegre - AFP/Jefferson Bernardes

O esquema de segurança no perímetro do TRF-4, no Centro de Porto Alegre, conta com isolamento por via aérea, terrestre e fluvial desde ontem até as 7h de amanhã. Atiradores de elite também observam no topo de edifícios próximos os manifestantes.

Ontem, o ex-presidente Lula participou de ato na cidade com grupos de esquerda. Segundo o petista, ele já provou a sua inocência no caso. "Não vou falar do meu processo. Não vou falar da Justiça. Primeiro, porque tenho advogados competentes que já provaram minha inocência. Segundo, porque eu acredito que aqueles que vão votar (desembargadores do TRF-4) deverão se ater aos autos do processo e não às convicções políticas de cada um", afirmou.

O grupo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) interditou nove rodovias na Bahia.

No Praia de Copacabana, cerca de 400 pessoas se reuniram para pedir a prisão do petista. A manifestação, convocada pelo Vem pra Rua, aconteceu simultaneamente em outras cidades do país, como a capital paulista.

A expectativa é a de que 50 mil militantes pró-Lula participem hoje de protestos na capital gaúcha.

 

Últimas de Brasil