ÀS PRESSAS

Por O Dia

O governo federal tentará derrubar, às pressas, a liminar do ministro Ricardo Lewandowski, do STF, que impede o adiamento de reajustes de algumas categorias e o aumento da alíquota previdenciária. A Advocacia-Geral da União trabalha para que, assim que acabar o recesso na Corte, dia 20 deste mês, o plenário julgue a ação. Caso contrário, já em 1º de fevereiro, os salários virão com aumentos.

Comentários