Divas do jazz na voz de Lilian Valeska, na Tijuca

Cantora, que interpretou Billie Holiday no musical 'Amargo Fruto', recorda repertório dela, de Ella Fitzgerald, de Elza Soares e de outras cantoras do estilo

Por RICARDO SCHOTT

Lilian: músicas como 'Strange Fruit', 'Sophisticated Lady' e 'Edmundo'
Lilian: músicas como 'Strange Fruit', 'Sophisticated Lady' e 'Edmundo' - Rafael Aguiar/Divulgação

Você lembra da Lilian Valeska superextrovertida, interpretando a Tia Ciata no musical 'SamBra'? Hoje, a atriz e cantora, que se diz uma pessoa tímida ("no palco eu disfarço bem"), está mais é para a Billie Holiday que interpretou no musical 'Amargo Fruto'. Em 'As Divas do Jazz', show que faz dia 11, às 20h, no Centro Municipal de Referência da Música Carioca, o repertório tem não só Billie Holiday, como também Ella Fitgerald, Nina Simone. E o toque nacional de canções dos repertórios de Elza Soares e Elizeth Cardoso.

"Elas têm tudo a ver com o ambiente. Você já ouviu Elizeth cantando 'Derradeira Primavera', de Tom Jobim e Vinicius de Moraes? Parece que ela enfia uma faca no seu peito", brinca Lilian, que apresenta 'Edmundo', versão cantada por Elza Soares para 'In The Mood', do repertório de Glenn Miller. "Elza é o jazz em pessoa. Jazz é liberdade, é saber o que quer".

CORRERIA

Hoje à vontade com o repertório das divas do jazz, Lilian diz que precisou aprender tudo de Billie Holiday em tempo recorde, quando fez 'Amargo Fruto'.

"Entrei para substituir uma cantora e tive 38 dias para aprender o repertório. E eu nem cantava em inglês!", conta ela, que aprendeu o idioma e ensaiou sem parar até a peça. "E não havia muitos vídeos da Billie para eu ver como ela se comportava no palco. Ainda por cima, eu fazia a personagem desde quando ela tinha 13 anos. Tentei buscar um pouco do deboche da Billie, do suspiro dela em cada canção, que parecia uma dor", conta, lembrando de clássicos como 'Strange Fruit' e 'Sophisticated Lady'. Que, por sinal, são dos repertórios de Ella e Billie, e também eram cantadas por outra diva, Sarah Vaughan.

"E cada uma delas dava seu toque pessoal, cantava as músicas de formas muito diferentes", observa ela. Lilian também já havia lançado músicas dessas cantoras no CD 'Elas', e hoje esse repertório já faz parte de sua vida. "Depois que passa o nervosismo, tudo se transforma em alegria, ainda mais quando o público puxa isso", conta.

BECO DAS GARRAFAS

Após a apresentação na Tijuca, o show de Lilian Valeska segue para o Beco das Garrafas, em Copacabana. O repertório de 'As Divas do Jazz' é apresentado por ela no local no dia 17 de janeiro.

Comentários

Últimas de Diversão