O Carnaval dos bichinhos: Cães também vão cair na folia

Blocos caninos têm concurso de fantasia e várias atrações para os pets

Por MARIA INEZ MAGALHÃES

A empresária Rose Fagury faz questão de enfeitar seus animais para desfilar nos blocos. Figurino já ganhou até concurso
A empresária Rose Fagury faz questão de enfeitar seus animais para desfilar nos blocos. Figurino já ganhou até concurso - Alexandre Brum / Agencia O Dia

Rio - 'Au, au o Blocão é animal'. Com esse grito, ou melhor, latido de Carnaval do samba do Blocão, os cães também vão cair na folia. A um mês da Festa de Momo muitos tutores já estão preparando seus peludos para o Carnapet, que começa no dia 28. Os eventos têm comidinhas especiais para os animais, decoração típica, álbum de fotos, sorteio de brindes e até concurso de melhor fantasia. E para levar o título, nada de economia. Os figurinos caninos variam de R$ 50 a R$ 150.

Minnie, Mulher Maravilha, Super Homem e Chapolin são as fantasias mais pedidas, segundo a estilista da Cida Vestpet, Francisca Francineide Freire Bako, a Cida, de 39 anos. "Os tutores vão aos blocos de chinelo e até descalços, mas capricham nas fantasias dos cães e não economizam na hora de pagar", revelou Cida. Ela tem o Fox, um shih tzu de 4 anos; a Kelly, outra shih tzu de 5 e Vida, uma chihuahua de 4 anos, que servem de modelo para suas criações.

PETISCOS ESPECIAIS

A Folia Tropical, no dia 28, abre o Carnapet carioca. É esse o tema do baile promovido por Denise Ferreira, da Festa Canina, e Andrea Zarur, da Book Canino. O evento é no Hotel Rio Pet Gávea. Frutas, malandros e baianas decoram o salão. "É um Carnaval bem brasileiro", garantiu Denise. Almôndegas, escondidinho, bolo de fígado e petiscos tudo especial para pets e concurso de fantasia completam a folia. "O Carnaval incentiva a criatividade", disse a criadora do grupo Amigo do Maltês RJ.

Integrante do grupo, a comerciária Eliana Soares e Silva, 56, está ansiosa. Malu, uma maltês de 8 anos e meio, e da filha dela, Jade, de 1 ano e 7, vão de Bat Girl e Mulher Aranha. "Vão sair de guerreiras. Achei as fantasias lindas. Esses eventos são bons porque os pets se socializam", comemorou Eliana. E cuidados com os bichinhos são fundamentais. "Não fico no sol forte e levo água. Se estão cansadas, pego no colo".

Com três edições no Carnaval, o Blocão desfila na Tijuca, Barra e Copacabana. No ano que vem será Madureira e Méier. A folia, de graça, é organizada pelo adestrador Rogério da Silva e Marco Antonio Totó, administrador do Park Clube do Totó, no Recreio. Ano passado, Copacabana atraiu mais de 600 foliões. "Esperamos mais esse ano", contou Rogério. No Blocão há sorteios e concurso de fantasias.

É nessa folia que todo ano a groomer Rose Fagury, de 49, leva seus 7 cães para a festa. E ela também entra no clima se vestindo com a mesma fantasia dos cães. Já até ganharam concurso. "Esse ano devemos sair de pônei. Somos uma família unida. Eles adoram".

PROGRAMAÇÃO

FOLIA TROPICAL

Dia 28/1, às 15h30, no Hotel RioPet, Gávea (Estrada da Gávea 25). Para participar é necessário entrar para o grupo Amigo do Maltês RJ: facebook.com/amigodemaltesdorj. Se a solicitação for aceita, será cobrada uma taxa para custear as despesas do evento.

BLOCÃO

Dia 3/2, na Praça Saens Pena, na Tijuca. Dia 4, na Avenida Atlântica, posto 6, Copacabana. Dia 10, na Praça do Ó, na Barra. Todos começam às 9h. De graça!

PARCÃO DA LAGOA

Dia 10/2. Banda tocando marchinhas e desfile de fantasias. Das 9h às 13h. Os cães precisam estar vacinados e saudáveis.

Fique atento aos cuidados com os cães

Para entrar na folia com os pets não basta disposição e fantasia. No bloco da fofura é preciso tomar alguns cuidados com os cães. O alerta é da veterinária e membro do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio (CRMV-RJ), Márcia Andréa de Oliveira Souza.

"Nem todos os cães podem pular Carnaval. Depende da sua sociabilidade", explicou. A segurança do animal é outro fator destacado por Márcia. A veterinária conta que, de um modo geral, cães têm medo de barulhos e muita agitação. "Eles costumam se sentir acuados e estressados, mas podem interagir com o ambiente desde que se sintam seguros", completou.

E como a folia acontece na estação mais quente do ano, é preciso ter cautela com o calor. Os cães não suam e não podem regular a temperatura do corpo tão rápido, o que pode causar problemas. "E isso pode ser fatal. Então, hidrate bastante o animal dando água antes, durante e após a folia", alertou Márcia.

A veterinária também recomenda que sejam usadas fantasias frescas e confortáveis. "Cães têm personalidade, cada pet é único. Se seu cachorro gosta de vestir roupinhas, use algo fresco e confortável e aproveitem a folia".

Galeria de Fotos

A estilista Francisca Bako, da Cida Vestpet, confecciona os figurinos carnavalescos e também coloca nos seus cachorros como modelos Alexandre Brum / Agencia O Dia
Na folia para os cachorros, tutores também aproveitam para vestir fantasias. A festa é regada a comida especial para os cães Divulgação/Book_Canino
CARNAPET. Carnaval para cachorros teve a presença de Betina fantasiada de bruxinha Divulgação/Book_Canino
A empresária Rose Fagury faz questão de enfeitar seus animais para desfilar nos blocos. Figurino já ganhou até concurso Alexandre Brum / Agencia O Dia

Comentários