Luis Fabiano terá de passar por mais uma operação

Atacante sofre com um problema de cartilagem e seu futuro no Vasco é incerto

Por O Dia

Luis Fabiano vinha realizando um trabalho físico específico para voltar a jogar no fim do mês. Agora, ele não tem previsão de retornar aos campos
Luis Fabiano vinha realizando um trabalho físico específico para voltar a jogar no fim do mês. Agora, ele não tem previsão de retornar aos campos - Paulo Fernandes/Vasco

O drama de Luis Fabiano para voltar a jogar pelo Vasco parece aumentar a cada dia. O atacante, que em agosto do ano passado foi submetido a uma cirurgia no joelho direito, por causa de uma lesão no menisco medial, será operado hoje, em São Paulo, para corrigir um problema de cartilagem. O Fabuloso chegou a ensaiar um retorno aos campos seu último jogo foi no dia 5 de novembro, contra o Vitória, pelo Brasileiro , mas as fortes dores o impediram de continuar treinando. De acordo com os médicos vascaínos, ele não tem previsão de retornar às atividades.

Um dos principais nomes do elenco vascaíno, Luis Fabiano se reapresentou com os demais jogadores no início de janeiro e vinha realizando trabalho específico de recuperação com a esperança de poder jogar contra o Universidad Concepción, do Chile, pela fase preliminar da Libertadores, no próximo dia 31.

A permanência do jogador em São Januário também é um mistério. Com a indefinição política no clube, a negociação para a renovação do contrato, que vai até dezembro, está emperrada. Na última terça-feira o atual vice-presidente de futebol, Eurico Brandão deu o prazo de uma semana para Luis Fabiano pensar sobre seu futuro na Colina, ainda que o jogador, de 37 anos, não pense em se aposentar. Desde que chegou ao clube, em março de 2017, ele fez 20 partidas e marcou seis gols. Paralelamente, a diretoria negocia com o Grêmio o empréstimo do atacante Henrique Almeida.

CLÉBER NÃO VEM

Além do atacante, o Vasco negociava a contratação do zagueiro Cléber, do Santos, mas a pedido do técnico Jair Ventura, ele não será negociado e permanecerá na Vila Belmiro. Em 2017, ele jogou o Campeonato Brasileiro pelo Coritiba.

Eurico Miranda sofre nova derrota na Justiça

A poucos dias da reunião do Conselho Deliberativo que vai determinar o novo presidente do Vasco, Eurico Miranda sofreu mais uma derrota na busca por permanecer no cargo máximo do clube. Ontem, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) indeferiu o pedido de validação dos 475 votos da urna 7, que concederiam a vitória ao atual dirigente. Na sexta-feira passada, a diretoria entrou com o pedido de mandado de segurança para que a urna fosse validada, desconsiderando, assim, a vitória da chapa de Julio Brant e, posteriormente, sua eleição.

O mandato de Eurico terminou ontem. A juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves, da 52ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou que Eurico, Julio Brant e Fernando Horta serão os administradores do Vasco até que o próximo presidente tome posse, na segunda-feira. A reunião do Conselho Deliberativo que definirá quem ficará no cargo máximo do clube será na sexta-feira. A chapa de Brant pode indicar 120 conselheiros e a de Eurico, 30. Eles se juntam aos 150 membros natos.

Comentários

Últimas de Esporte