'Sambarilove' na Turquia

Atacante tenta convencer diretoria do Alanyaspor para poder voltar ao Flamengo

Por O Dia

Vágner Love e seu advogado, Diogo Souza, tentam negociar a liberação: com o time ameaçado de queda, dirigentes turcos podem fazer jogo duro
Vágner Love e seu advogado, Diogo Souza, tentam negociar a liberação: com o time ameaçado de queda, dirigentes turcos podem fazer jogo duro - Reprodução Instagram

Na companhia de seu advogado, Diogo Souza, Vágner Love conversa com a diretoria do Alanyaspor e tenta sua liberação, mesmo tendo contrato com o clube turco até 2020, para poder voltar ao Flamengo. Os dois estão em Alanya e usam como argumento o fato de Love estar com dois meses de salários atrasados. A intenção é conseguir um empréstimo por um ano. Existe a possibilidade de ser estipulado um valor para a venda em definitivo do atacante ao Rubro-Negro.

Vágner Love chegou à Turquia sexta-feira e tem treinado com os companheiros de time domingo, o clube turco postou, no Twitter, uma foto do atacante no coletivo. Ele se reapresentou dez dias após o restante do elenco, o que estaria acordado com o presidente do clube. Ontem, Diogo Souza postou uma foto ao lado de Love, no Instagram, com os dizeres "Dia de trabalho!"

A intenção da diretoria do clube turco, porém, é ver Vágner Love em ação com a camisa do Alanya, em 13º lugar e ameaçado de rebaixamento no campeonato nacional. Os gols do atacante tem dez na competição e é o quarto na tabela de artilharia são vistos no clube como a arma para o time se manter na elite.

"Difícil vai ser, tem cinco meses que renovei o contrato, mas vamos ver o que Deus vai reservar para gente. Vamos deixar as coisas acontecerem. Lógico que a gente fica otimista, existe essa vontade", disse Love, antes de deixar o Rio de Janeiro, na quinta-feira passada.

Enquanto o time treina para a estreia no Carioca, amanhã, contra o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, a diretoria tenta contratar Walace ao Hamburgo. A primeira reunião entre Rogério Braun, representante do jogador, e dirigentes do clube alemão foi proveitosa. A expectativa é que aconteça um empréstimo por 18 meses.

Apesar da traumática saída de Reinaldo Rueda e da efetivação do coordenador Paulo Cesar Carpegiani como treinador, o diretor de futebol, Rodrigo Caetano, abriu as portas do Flamengo para Renato Gaúcho.

"Renato se preparou bem e mostrou maturidade, além de ser uma figura humana espetacular. Todo grande clube identifica nele um possível nome para o futuro. Neste momento ele tem contrato com o Grêmio e nós temos nosso treinador, mas se no futuro for desejo do Flamengo e do Renato acredito que mais cedo ou mais tarde ele terá oportunidade, e o Flamengo também terá oportunidade de contar com ele", disse o dirigente, em entrevista à Rádio Bandeirantes de Porto Alegre.

Comentários