Empresário de Paulão critica Vasco por atrasar pagamentos ao zagueiro: 'Absurdo'

Vinícius Prattes detalhou longos meses sem pagamento de salários e direitos de imagem ao defensor, que teve de voltar ao Internacional

Por O Dia

Atual presidente do Vasco, Eurico Miranda não se pronunciou sobre as novas denúncias envolvendo o pleito realizado, mês passado, em São Januário
Atual presidente do Vasco, Eurico Miranda não se pronunciou sobre as novas denúncias envolvendo o pleito realizado, mês passado, em São Januário - Paulo Fernandes/Vasco

Rio - Enquanto o Vasco ainda vive indecisão em relação a seu presidente, por conta do imbróglio judicial referente à eleição do clube, o empresário do zagueiro Paulão detonou a atual diretoria, listando uma série de pagamentos que o clube ainda deve ao jogador.

Emprestado pelo Internacional ao Cruzmaltino, Paulão passou o ano de 2017 em São Januário. Entretanto, segundo Vinícius Prattes, representante do atleta, a situação do time carioca é "um absurdo".

"Oito meses de (atraso de) imagem, três salários, férias e 13º, sem falar que o FGTS não está sendo resgatado e pediram empréstimo ainda, como? Isso que estão fazendo com a Instituição é um absurdo. O Vasco é grande demais. Não pagam e não dão satisfação. O Paulão engoliu isso quieto, mas eu resolvi falar", afirmou, em entrevista à Rádio Mais Esportes.

O Vasco tentou uma renovação do empréstimo do jogador, mas o Internacional rejeitou a possibilidade de lhe ceder sem custos. Por conta disso, Paulão volta ao clube gaúcho para 2018.

Comentários