Cristiane Brasil é ministra do Trabalho

Por O Dia

O presidente Michel Temer anunciou ontem a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como nova ministra do Trabalho. A parlamentar, filha do ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, condenado no caso do mensalão, substitui o deputado federal Roberto Nogueira, também do PTB, que pediu demissão em 27 de dezembro para se dedicar à campanha eleitoral.

A nomeação deve ser publicada hoje no Diário Oficial da União. Cristiane foi a segunda indicação do PTB para o cargo, após Temer desistir de nomear o deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) após um veto do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP).

Jefferson disse que Temer sugeriu a deputada "da cabeça dele", durante conversa sobre quadros do PTB.

Após o anúncio, Jefferson chorou ao falar com jornalistas. "É o orgulho, a surpresa, a emoção que me dá. É o resgate, sabe? É um resgate da família. (O mensalão) já passou", disse.

A nova titular do Ministério do Trabalho foi citada na delação da Odebrecht, em abril do ano passado, pelo executivo Leandro Andrade, que afirmou ter entregue R$ 200 mil a ela em 2012, a pedido do deputado Pedro Paulo (PMDB-RJ). Na ocasião, ela negou a denúncia. "Não há nada a meu respeito, senão um comentário sem qualquer prova feito por um dos delatores", disse.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência