Explosão e tiros em banco

Bandidos destruíram agência em Botafogo e renderam motoristas e pedestres

Por O Dia

Criminosos com fuzis fecharam a rua para roubar dinheiro dos caixas
Criminosos com fuzis fecharam a rua para roubar dinheiro dos caixas - Maira Coelho/Agencia O Dia

Em uma ação cinematográfica, cerca de 20 criminosos armados com fuzis explodiram uma agência bancária na Rua da Passagem, em Botafogo, na madrugada de ontem. Divididos em cinco carros, o bando fechou um trecho da via, por volta das 2h30, e rendeu quem passava no local. Enquanto um grupo destruía os caixas, o outro ameaçava motoristas do lado de fora.

"Eles me mandaram descer do carro, ir para a parede e olhar para o chão. Vi que eram profissionais e não senti medo porque não queria nos ferir", contou o empresário Andrés Felizardo, de 24 anos, que foi um dos rendidos pelos criminosos. De acordo com ele, os veículos usados pelos bandidos eram modelos de luxo como Toyota Corolla e Honda Civic. A PM foi acionada, mas chegou após a ação dos bandidos e, no caminho, o pneu da viatura estourou por conta dos pinos de ferro deixados pelo bando.

Testemunhas disseram que os homens estavam vestidos de preto, com luvas, capuz e coletes. Os bandidos fugiram dando tiros para o alto e com o dinheiro de pelo menos um caixa eletrônico. Na saída, moradores contaram que os homens pediram calma às vítimas. "Esses tiros não são para vocês, são para o estado". Ninguém foi preso.

Vizinha ao banco, a contadora Isabel Russo, 50, disse que a ação dos criminosos espalhou mais medo ao bairro. "Isso interfere na vida de todo mundo, estamos sem segurança nenhuma".

"O que chamou a atenção foram os gritos e achei que era um roubo, mas teve a explosão e eu liguei para a polícia. Quando foram embora dispararam pelo menos oito tiros", relatou o estudante Matheus Carvana, 21, que completou: "Ainda não consegui dormir de tão nervoso".

Na sexta-feira, em Duque de Caxias, bandidos também destruíram caixas de um banco em Santa Cruz da Serra. Com a explosão, a fachada da agência ficou completamente danificada.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência