Policial militar é assassinado a tiro durante assalto em São Gonçalo

Soldado foi o primeiro PM morto em 2018. No ano passado, o número chegou a 134

Por ASSINATURA REPÓRTER

O estado registrou, na manhã de ontem, o primeiro assassinato de um policial militar em 2018. O soldado Ivanderson da Silva Pinheiro, de 38 anos, foi alvo dos bandidos quando se dirigia para o trabalho. Segundo a polícia, ele foi morto com um tiro na nuca, durante um assalto na rua Paula Lemos, no bairro Mutuá, em São Gonçalo.

Após ter seu carro bloqueado pelos criminosos e ser atingido, o seu automóvel capotou na via. Ele morreu no local e os bandidos ainda levaram a sua arma.

Um outro policial acompanhava Ivanderson e conseguiu fugir e se abrigar. A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) vai investigar o caso. O soldado Ivanderson era lotado no setor de rádio do 7º BPM e estava há quatro anos na corporação.

Nas redes sociais, a corporação escreveu uma mensagem de luto. "Com profundo pesar, informamos a morte de mais um policial militar. O soldado Ivanderson da Silva Pinheiro foi baleado ao reagir a uma tentativa de assalto na Av. Paula Lemos, Mutuá. Ele é o primeiro policial morto no ano. #Luto #Basta".

Amigos de Ivanderson também lamentaram nas redes sociais. "Perdi um amigo. Até quando? Quando colocaremos na conta do Srs Governadores cada assassinato de nossos entes queridos? Enquanto nossas leis favorecerem bandidos muitas famílias chorarão", disse um policial, no seu perfil no Facebook.

O ano de 2017 terminou com 134 PMs assassinados. A última vítima foi justamente em São Gonçalo, onde um policial reformado foi assassinado a caminho de uma padaria no bairro Monjolos, no penúltimo dia do ano.

PM atira em três suspeitos

Também ontem, um policial militar reagiu a uma tentativa de assalto dentro de um ônibus em São Cristóvão e baleou três suspeitos. De acordo com a PM, um deles acabou morto, um ferido foi preso e o terceiro baleado fugiu.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro