Balanço do show de baterias: 400 mil pessoas em Copa

Evento contou com mais de mil ritmistas ao lado da orquestra e grandes cantores. Após a festa, 14 toneladas de lixo foram recolhidas

Por O Dia

Vilma Nascimento, ex-porta-bandeira da Portela, carregou estandarte
Vilma Nascimento, ex-porta-bandeira da Portela, carregou estandarte - Alexandre Macieira/Riotur

Cerca de 400 mil pessoas assistiram na noite de sábado, a maior bateria já vista no mundo, com mais de mil ritmistas das 13 escolas de samba do Grupo Especial. O'Encontro do samba', na praia de Copacabana, foi o primeiro evento inédito do calendário 'Rio de Janeiro a Janeiro', promovido pela prefeitura, que contará ainda com mais de 90 atrações até o fim do ano.

Além da baterias, subiram ao palco 63 instrumentistas da Orquestra Petrobras Sinfônica, sob regência do maestro Isaac Karabtchevsky, e os cantores Diogo Nogueira, Martinho da Vila, Alcione e Iza. Enquanto as agremiações desfilavam com os seus componentes, os primeiros casais de mestres-sala e porta-bandeiras dançavam sob a direção de Carlinhos de Jesus, com participação especial da bailarina Ana Botafogo.

"Foi um grandioso espetáculo. O Rio de Janeiro merecia um evento como esse. O samba representa a alma carioca", afirmou Abel Gomes, idealizador da festa. "Uniu o samba e a música clássica em um dos cenários mais icônicos da cidade, mostrando ao público a força da música e da cultura tradicionalmente carioca", completou Marcelo Alves, presidente da Riotur.

Após o evento, foi a vez dos garis da Comlurb entrarem em ação. Em duas horas, 14 toneladas de lixo foram recolhidas da praia e da Avenida Atlântica. A equipe contou com 118 garis e 14 fiscais e agentes ambientais. Ao todo, foram disponibilizados 80 contêineres plásticos de 240 litros em toda orla para descarte do lixo.

Galeria de Fotos

Ator se dedicou em aulas de canto Divulgação
Vilma Nascimento, ex-porta-bandeira da Portela, carregou estandarte Alexandre Macieira/Riotur

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro