Ousadia de bandidos nas barbas da polícia

Policiais passam por dupla armada sem nada fazer, como se fosse normal. Foto de Adriano com traficante circula na web

Por Bruna Fantti

Adriano com Chupa Dedo, que aparece em vídeo bandido em favela
Adriano com Chupa Dedo, que aparece em vídeo bandido em favela - fotos de reprodução

Um vídeo que circula nas redes sociais desde ontem mostra uma viatura com quatro policiais passando sem perturbação ao lado de dois traficantes armados com fuzis na Vila Cruzeiro, na Penha. A comunidade tem uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Surpreendeu também uma foto que mostra o jogador Adriano ao lado do traficante Maikon Gonçalves, o Chupa Dedo, que aparece tocando o terror na Nova Holanda. Em outro vídeo que circulou na internet, jovem vende drogas em banca à luz do dia na Mangueira.

Em trecho da filmagem da Vila Cruzeiro, aparece a capa do jornal 'Meia Hora' da edição de ontem, o que indica a data da gravação. Segundo policiais da comunidade, o horário é de troca de turno. "Ninguém quer morrer. Estão tentando se proteger", disse um agente. A PM afirmou que abriu procedimento interno para apurar o que aconteceu com a equipe.

Segundo levantamento da PM obtido pelo DIA em setembro, a UPP Vila Cruzeiro, a Nova Brasília e a São Carlos são consideradas as mais críticas pela corporação. A reportagem mostrou que a mobilidade dos policiais só é possível em 25% das comunidades. Há risco de confronto caso passem do perímetro de segurança.

A Polícia Civil apura outro vídeo. Nele, bandidos da Nova Holanda, na Maré, aparecem circulando armados em dois carros. Eles usam camisetas para esconder os rostos, mas alguns já foram identificados. Segundo investigadores, alguns são da Nova Holanda, outros seriam de Queimados, na Baixada. Estariam saindo de baile funk a menos de 50 metros da Avenida Brasil, no chamado Campo da Paty.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro